Montfort Associação Cultural

21 de janeiro de 2005

Download PDF

Espiritualidade, Ciência e Fé

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Irmã Maria Amélia
  • Localizaçao: – Brasil
  • Religião: Católica

Saudações!

Pelas pesquisas que realizei, não consegui encontrar sobre: o homem espiritual que abranja a todas as crenças, o ser humano completo que comprove as suas dimensões. (Já consultei também o dicionário de espiritualidade).

A psicóloga do Hospital de onde trabalho, não sei, qual linha seguem, mas deve ser a de “Rogers”. Ela me afirmou que eles não misturam ciência e fé.

No meu entender e pela experiência que tenho com todos os tipos de classes sociais, de crentes ou ceticos, este atendimento é muito limitado e deficiente que não corresponde a todas as áreas do eu humano.Pois quando a doença debilita o físico, até o ateu começa a se inclinar mais fortemente para o seu eu espiritual, ou seja, de Deus. Porém de tanto eu insistir, porcausa do selff, que alguns psicólogos usam, ela indicou-me o psicólogo Iung.

Ir.Maria Amélia.

Reverenda Irmã Maria Amélia, Salve Maria

Creio que não me engano ao julgar que a senhora é uma religiosa.

Gostaria de saber qual é a sua Congregação e em que Hospital a senhora trabalha.

Com todo o respeito por sua condição de Religiosa, permita-me adverti-la de que a senhora incorre num erro grave ao dizer que “o seu eu espiritual, ou seja, de Deus.” Não é de acordo com a doutrina católica dizer que o eu do homem se identifica com Deus. Isto nos faria deuses. Seria panteísmo ou Gnose. Nós não somos Deus.

Nós somos simples criaturas que devemos servir a Deus.

Também não existe o tal “homem espiritual que abranja a todas as crenças, o ser humano completo“.

O homem é um ser composto de corpo e alma. Ele sempre é completo.

E não se deve buscar “abranger todas as crenças“.

No Credo a senhora deve cantar “Creio na Igreja una, santa, católica e apostólica“. O que significa que cremos que Jesus, nosso Redentor, fundou uma só Igreja fora da qual não há salvação. Foi o que acabou de nos ensinar e de nos exigir a Declaração Dominus Iesus do Papa João Paulo II.

Também notei que a Irmã tem alguma leitura de Freud e de Jung.

Pois saiba que as doutrinas desses dois pseudo cientistas são anti-católicas.

Recomendo-lhe que leia dois livros “Porque Freud estava errado” de Richard Webster (Editora Recorde –cuja tradução, aliás , tem grandes falhas, pois até saltou frases importantes do original) e “O Culto de Jung” de Richard Noll (Editora Ática). Nesses livros a Irmã poderá encontrar as provas de quanto Freud e Jung são opostos à religião católica.

Colocando-me à sua disposição e rogando-lhe suas orações, me subscrevo

In Corde Jesu, semper,

Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Artigos Montfort: Teoria da Evolução: uma mentira sesquicentenária - Fábio Vanini

Cartas: Ave estudada por Darwin sofre mudanças evolutivas em 30 anos - Fábio Vanini

Cartas: Implante de Chip – "Verichip" - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais