Montfort Associação Cultural

21 de janeiro de 2005

Download PDF

Espírito

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Maria Amélia
  • Localizaçao: – Brasil

Li em um livro, não me recordo do autor, dizia que um espírito não pode ocupar o mesmo espaço. Essa lei da física também vale para o aspecto espiritual? Se referia a isto devido ao fato de que Deus ao tomar posse do ser humano, não destrói o eu, a personalidade da pessoa humana. E que no entanto não pode ocupar o mesmo espaço. E assim se referia também sobre a reencarnação e até mesmo sobre a possessão diabólica.

Se for possível esclarecer-me algo sobre estas questões, ficarei muito grata.

Aguardo resposta.

Atenciosamente,

Maria Amélia

Prezada Maria Amélia,
Salve Maria.

Só a matéria ocupa lugar no espaço. O que é espiritual não tem matéria e, portanto, não ocupa lugar no espaço.

Ensina São Tomás de Aquino que, quando se diz que um anjo está num lugar, isto significa apenas que ele atua sobre aquele ponto, e não que ocupa espaço ou lugar. Assim também nossa alma é espiritual e ela age movendo o que quiser em nosso corpo, dominando-o, mas não ocupando lugar nele.

Quando Deus habita em nossa alma por meio da graça habitual ou santificante, Ele não nos tira a liberdade, nem anula nosso eu. Pelo contrário: ganhamos mais liberdade – por dominar melhor nosso próprio ser – e nos tornamos mais perfeitos. Deus nada destrói.

Nas possessões, o demônio domina a pessoa, tirando-lhe a liberdade.

Quanto à reencarnação, ela não existe. São Paulo nos diz que:

“E assim como foi decretado que os homens morram uma só vez”(Heb IX, 27). E Jesus, na parábola do rico epulão e do pobre Lázaro, nos ensinou que os homens são julgados imediatamente após a morte, e mandados imediatamente para seu destino eterno” (Cfr. LUc XVI, 19).

(Veja mais argumentos contra a reencarnação em nosso site).

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Livre arbítrio - Orlando Fedeli

Cartas: Ressurreição da carne - Orlando Fedeli

Artigos Montfort: Uma rosa oferecida à Maria (Parte I) - Rafael Acácio

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais