Montfort Associação Cultural

27 de janeiro de 2005

Download PDF

Escatologia

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Tadeu
  • Localizaçao: Umuarama – PR – Brasil

Prezado prof. Fedeli: recentemente comprei um livro sobre escatologia , de teólogo católico , em livraria católica.Não citarei o nome para não fazer propaganda enganosa.No livro o autor nega a existência dos demônios, do inferno e afirma que a salvação é para todos.E justifica sua afirmação com a pergunta -”Como seria possível Deus e seu exército de bilhões de anjos e santos desfrutarem das maravilhas do céu , enquanto bilhões de seres humanos estão queimando no inferno? ou “Como pode uma pessoa ser feliz no céu sabendo que seu filho ou pai ou esposa estão no inferno”??.

O Sr. poderia fazer algum comentário sobre esta “idéia” de um professor de teologia , de fama mundial , que é católico e vende livros em livrarias católicas? Como fica a palavra de Jesus ?

Prezado Tadeu, salve Maria.

A respeito do teólogo a que você alude, se ele defende que não existem demônios, que não existe o inferno e que todos se salvam, ele, de fato, não é mais católico, ainda que pretenda sê-lo.

Deus, sendo infinitamente bondoso, quer salvar todos os homens. Para isso, Ele nos deu seu Filho Unigênito, que morreu na Cruz a fim de pagar os pecados de todos os homens.

Cristo Jesus estabeleceu a Igreja Católica como a arca da salvação, fora da qual ninguém pode se salvar. Isto não quer dizer que uma pessoa que, sem culpa própria, esteja fora do corpo da Igreja, não possa se salvar. Se ela respeitar a lei natural, embora ela não pertença ao corpo da Igreja visível, por ignorância invencível, ela pertence à alma da Igreja, pois tem o que a Igreja denomina de Batismo de Desejo, pelo menos implicitamente.

Deus Nosso Senhor, infinitamente misericordioso, dá a todos os homens a graça, pelo menos suficiente, para que se salvem. Pois Ele não quer a morte do pecador, mas que ele se converta e viva eternamente. Se uma pessoa recusa a graça de modo definitivo ela é condenada, e ela mesma se lança no inferno, por uma decisão irrevogável dela, recusando o amor de Deus, e tornando-se sua inimiga.

Após a morte, a relação essencial e única que valerá para os homens é a de sua amizade ou ódio a Deus. Os condenados ao inferno ficarão lá eternamente, porque não podem e não querem deixar de odiar a Deus, que então, justamente os pune. Por isso Nosso Senhor Jesus Cristo, que nos amou e ama infinitamente, nos disse que Ele mesmo julgará os homens, no dia do Juízo final, e que então Ele dirá aos que morrerem em pecado mortal:

“Ide malditos para o fogo eterno, preparado para o demônio e para seus anjos” (Mt, XXV, 41).

Devemos sempre esperar na misericórdia infinita de Deus que, até na última hora, na hora da morte, pode salvar quem viveu em pecado, como Ele o fez com o ladrão que se arrependeu na cruz.

Por essa razão é que pedimos na Ave Maria a perseverança final, dizendo:

“Santa Maria, Mãe de Deus, rogai por nós pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.”

Queira Deus nos conservar em sua graça a todos.

In Corde Jesu,semper,

Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Oração e Vida Espiritual: Hora Santa

Cartas: Culto a Nossa Senhora - Orlando Fedeli

Oração e Vida Espiritual: Décimo Segundo Domingo depois de Pentecostes

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais