Montfort Associação Cultural

27 de junho de 2009

Download PDF

Elogios, agradecimentos, elucidações e saudações fraternais e sinceras a Orlando Fedeli e Marcos Libório

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Francisco Hermeson
  • Localizaçao: Parauapebas – PA – Brasil
  • Escolaridade: Superior em andamento
  • Profissão: Representante Comercial
  • Religião: Católica

Em primeiro lugar parabéns pelo excelente trabalho desenvovido pela Associação Cultural Montfort, em especial a duas pessoas que considero de extrema importância para a apologética católica Orlando Fedeli e Marcos Libório. Confesso que ainda não encontrei no meio católico alguem que defenda tão doutrinariamente bem a fé sacramental católica como Marcos Libório, aquele debate com o omitidor Davi ficará para a História, liboricamente falando foi um sucesso precisamos de mais libórios.
O mesmo digo do Senhor Orlando Fedeli, um homem que sem conhece-lo pessoalmente vejo qualidades absolutamente cristãs e católicas, defendendo ardentemente o Papa (vigário de cristo) e a doutrina essencial eterna e imutável, e assim endereço esta carta aos dois esperando uma respos ta dupla em uma mesma carta. Já enviei quatro ou cinco cartas, nunca foram respondidas, antes não tenham sido mesmo, vazias de conteúdo e doutrina, hoje consciente do que escrevi e com medo de uma delas irem para o quadro de honra pois era completamente vazia de conteúdo peço: desconsiderem.
Voltando ao foco gostaria também de lembrar os demais colaboradores como Fabiano Armelini que combate uma seita miserável como a do Kardec, este arremedo de ser humano, lembrando que nem este era o nome dele, Lúcia Zuchi enfim um abraço a todos confessando que a seção de cartas é a mais atrativa, e recomendando também a seção de estudos.
Moro em Parauapebas no Estado do Pará, a capital mundial do minério de ferro ao lado da maior jazida mineral de ferro do mundo, uma cidade de pouca mais de 130.000 habitantes empesteada por uma contaminação chamada protestantismo. Recentemente assistindo uma missa na paróquia São Sebastião no momento da comunhão uma protestante subiu ao altar profanando aquele lugar santo disparou uma série de despautérios e blasfêmias contra a Igreja Católica; Ninguém fez nada. Quando me levantei para arrancá-la de lá pelos braços ela já havia se retirado. O meu sangue fervia de ódio contra aquela herege, e eu acho que todos temos um senso de inquisidor, a vontade de extirpar para sempre as heresias do seio da Igreja.
Eu nunca assisti o Rito Tridentino, pedirei ao Reverendo Pe. Luiz (´Pároco) para ver o que ele dirá, pedi ao Pe. Hudson (vigário paroquial) que o fizesse mas ele me informou que não sabia. Uma pena. Passei a minha infância e adolescência com mais “colegas” protestantes do que católicos, nunaca soube defender a Igreja dos ataques blasfemos, hoje através da Montfort aprendi o mínimo suficiente a combater os filhos do Lutero, e aquele tesouro libórico sobre o filme foi um arraso, que preciosidade!, quem viu o Lutero santo descobriu a porcaria desse herege apóstata.
Porém duas seitas me preocupam bastante o Adventismo do sétimo dia e os TJ”S. Sinceramente quanto delírio e loucura em duas seitas só. Para mim os TJ”S são os piores. Já li varias daquelas literaturas de cordéis anônimas deles e quantos despautérios ali são escritos gostaria de enumerar alguns para que nosso ódio inquisidor aumente:
1- Jesus Cristo não é Deus (é “deus” (SIC!)
2- Jesus Cristo é S. Miguel Arcanjo (essa é de matar)
3- A trindade é doutrina pagã;
4- Jesus morreu em uma estaca e não em uma cruz (essa é “originalíssima”).
5- 1914 Jesus é entronizado rei do céu depois de um longo período de espera através dos cálculos tjotianos (essa é de causar náusea);
6- Eles são a religião verdadeira (a partir do século XIX onde estava a religião verdadeira em 2000 anos de cristianismo?)
5- Ficaremos na Terra;
6- 144.000 vão para o céu;
7- A morte de Jesus deve ser comemorada;
Chega cansei é tanta heresia que não acaba mais, não comentarei o Adventismo que segue basicamente a mesma linha de raciocínio, eu me pergunto onde isso para?.
Maria não é a mãe de Deus. Essa é a maior contradição protestante, com excessão das seitas acima a maioria das igrejolas aceitam a divindade de Jesus mas negam a maternidade divina de de Nossa SENHORA qual a explicação para tal argumento? Maria mãe do Deus Filho rogai por nós.
Temos uma cidade vizinha chamada Canaã dos Carajás onde a população a maioria é protestante, soube de um certo ex-pseudo pastor que este teve uma visão de N. Senhora virou católico e haverá uma missa, os protestantes disseram que irão badernar para a não realização da missa, badernar não é novidade para eles mas impedir a realização da missa é um absurdo.
Precisamos de cruzadas aqui no sudeste paraense antes que aqui vire um bordel protestantoso, a terra do Cirio de Nazaré não poderá (e não será) vencida pela heresia protestante.
Lutero aquela carniça apodreceu com essas doutrinas héréticas a vida de todos. Espero que o Rito Tridentino e a tradição reestabelecida traga os católiocs de volta.
Infelizmente também temos divisões por ex. Montfort e Veritatis, nestes últimos vejo picadas de modernismo, procede?
Só uma pergunta: Assisto a Missa nova desde sempre (tenho 20 anos) estas missas são válidas? tenho certeza que são desde que os atrevimentos não sejam estabelecidos centralmente. Infelizmente já vi os “ministros extraordinários” distribuindo a Hóstia com 02 padres presentes, e Sua Excelência Rvdm. D. José Foralosso saberá disso. Outra dúvida é sobre a minha Crisma, neste dia D. José Foralosso estava doente (nosso digníssimo Bispo) e solicitou que o Pe Luiz a fizesse, foi válida nossa Crisma?
Esperando uma resposta de Marcos Libório e Orlando Fedeli me despeço, se for possível enviem também uma foto dos dois juntos gostaria de conhecê-los mesmo que seja apenas por foto.
Um abraço sincero eterno e tradicional aos valores imutáveis;
Francisco Hermeson;

Muito prezado Francisco,
Salve Maria.

     Muito lhe agradeço suas palavras tão gratas e elogiosas para com o que fazem leigos no site Montfort. Deus lhe pague.
     A gratidão é virtude bem rara. Recentemente, recebi algumas cartas tentando montar círculos-quadrados. Isto é, cartas extremamente difamantes e ofensivas, que não se esqueciam de afirmar que me agradeciam algum bem que lhes fiz. Gratidão com difamação é um círculo-quadrado, isto é, uma coisa impossível. A difamação e o ódio eram muito grandes. A difamação era autêntica. Logo, a gratidão era falsa.
     Em sua carta só vejo gratidão entusiasta. Que Deus lhe pague. Sua carta me é uma consolação. 
     Peço-lhe que reze por todos os leigos que defendem a Fé no site Montfort, e que, no passado fizeram tanto bem a tantas pessoas. E que reze também por mim, que muito preciso de orações.
     Infelizmente, muitos hoje, afirmam loucamente que leigos não podem ensinar pessoalmente, embora sem ser oficialmente. Para esses que abandonam “la dritta via”, leigos deveriam se calar. Ou então ensinar errado. Omissão e heresia seriam as “virtudes” que os leigos deveriam praticar. Comodamente.
     
Pois lhe digo, mesmo que eu fique sozinho a defender a Deus do céu, que Nossa Senhora me sustente sempre e jamais me permita deixar de combater em defesa da Fé. Que antes, Deus me tire a vida.
     
Nesse combate, Deus me permitiu ser instrumento indigno da conversão de muitos. O que me proporcionou muito ódio e extremas ingratidões. Desse modo pago meus pecados e espero a recompensa celestial. 

     Passo a respoder sua perguntas, embora não possa atender a alguns de seus pedidos. 
     
O Bispo tem poder de delegar a um sacerdote o poder de crismar. Não se preocupe então com isso. 
     Também a Missa Nova é válida, desde que celebrada por um sacerdote devidamente ordenado, consagrando pão de trigo e vinho de uva, pronunciando corretamente as palavras da consagração, e tendo a intenção de fazer o que a Igreja faz quando realiza a Missa.
     S
eria ótimo se algum Padre aí rezasse a Missa de sempre pois que o papa deu esse direito aos padres mesmo sem pedir licença ao Bispo para rezar a Missa de sempre.
     
Fiquei horrorizado pela devastação herética que se alastra atrevidamente no Pará, onde os hereges se atrevem a ECUMENICAMENTE invadir as igrejas na hora da Missa para provocações sacrílegas. Essa difusão da peste herética foi causada pelo ecumenismo do Concílio Vaticano II.
     Que Deus mantenha vivo seu zelo, como uma brasa ardente para a honra de Deus e de sua Santa Igreja Católica Apostólica Romana, fora da qual não há salvação.

     Escreva-me sempre.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Muito obrigado por tudo - Orlando Fedeli

Cartas: Lamentável a morte do Professor

Cartas: Amo a Una Santa Igreja Católica Apostólica Romana - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais