Montfort Associação Cultural

25 de janeiro de 2007

Download PDF

E o amor? E a caridade?

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Maria Ginetta Gomes
  • Idade: 31
  • Localizaçao: Ponta Grossa – PR – Brasil
  • Escolaridade: 2.o grau concluído
  • Profissão: Estudante
  • Religião: Católica

Li esses absurdos que vcs pensam e realmente fiuei muito assustada com tamanha insanidade. Primeiro as duras críticas a RCC (não participo da Rcc), depois a história de missa em latim (um verdadeiro absurdo), e críticas e mais criticas, ofensas e palavras duras referentes a católicos tão dignos qto qq outro… Depois de me deparar com tantos devaneios pensei, mas e o Amor, averdade de pq Jesus veio, veio ensinar a amar a todos incondicionalmente, a perdoar 70 vz 7, a dar pão para quem tem fome e àgua para o sedento, Jesus ensinou a não descriminar ninguém, a não ter preconceitos e foi bem claro quando disse que ninguém vai ao Pai se não por Ele. Posso estar enganada em muitas coisas mas acho que vcs são completamente anti-cristãos.
Quero saber se vcs conhecem Chiara Lubich e o Movimento dos Focolares? Bem deveriam conhecer e ver que é uma Obra respeitadíssima não só na sua Igreja (Católica, é claro), mas em todas as demais religiões, e seu lema é a maior de todas as verdades de Cristo: a unidade!
” Que todos sejam um como Eu e o Pai somos um…”

Pensem nisso e parem de se achar os melhores na Igreja, somos todos filhos de um mesmo Pai e buscamos a mesma coisa, mas qdo nos encontrarmos com Ela não nos perguntará qtas Aves Maria rezamos e em qtas missas em latim fomos, mas sim se amamos o nosso próximo.

Muito prezada Maria Ginetta,
Salve Maria.
 
    Vejo que é com amor que você afirma que somos “insanos” — loucos – e nos acusa de defender absurdos. E que esperava você de ”insanos” senão a defesa de “absurdos” ?
    Só que um desses absurdos seria a defesa da Missa em Latim, que Bento XVI pretende implantar logo mais. Sugiro, então, que você escreva também ao Papa, dizendo-lhe que ele quer um absurdo ao desejar restabelecer a Missa em Latim.
    Mas, por favor, não vá dizer que Bento XVI também é insano
    É por caridade também que você nos escreve dizendo: 

acho que vcs são completamente anti-cristãos”.


    Portanto, ao seu caridoso ver, seríamos pequenos anticristos.
 Como você vive o amor!
    E, já que você tem tanto amor, tanta caridade, peço-lhe que, por amor a Deus me explique o seguinte:
    Se, como você diz, Jesus ensinou a não descriminar ninguém”, por que Jesus disse aos Apóstolos que tomassem cuidado com o “fermento dos fariseus“?
    E se Jesus perdoa a todo mundo, por que ele não quis dizer nenhuma palavra a Herodes que lhe pedia um milagre?
    E porque Ele, que não discriminava ninguém, chamou os fariseus de “filhos do diabo“, “serpentes“, “víboras“, ”hipócritas?
    Você me pergunta se já ouvi falar de Chiara Lubich. Claro que sim. Ela é aquela que ganhou o prêmio Templeston da Maçonaria.
    Poderia você me explicar como ela conseguiu agradar a Maçonaria e a Deus, ao mesmo tempo?

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Desrespeito sacrílego e sem graça de Jô Soares - Orlando Fedeli

Cartas: O tom cortante e pontiagudo da verdade - Orlando Fedeli

Cartas: 100 mil padres abandonaram o celibato - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais