Montfort Associação Cultural

10 de março de 2005

Download PDF

Dinossauros e o Homo sapiens

Autor: Fábio Vanini

  • Consulente: Leandro Figueira
  • Idade: 19
  • Localizaçao: Catanduva – SP – Brasil
  • Escolaridade: 2.o grau concluído
  • Profissão: -
  • Religião: Católica

Olá membros da Montfort

Estou mais uma vez expondo aqui as minhas Duvidas.

Gostaria muito de saber o que a Igreja Católica diz em relação aos Dinossauros. Visto que eles não aparecem nenhuma vez no livro do Gênesis. O que dizer então aos seus fosseis encontrados pelo mundo todo. Aproveitando o espaço, também gostaria que me explicassem o que a Igreja diz sobre o Homosapiems. Cientistas também encontraram esqueletos que provam a sua existência.Pergunto: Poderia isso tudo ser obra de Satanás, tentando mais uma vez, iludir as mentes humanas?

Por favor, publiquem minha carta no site.

Um grande abraço a todos os Membros da Montfort. E que a paz de nosso senhor Jesus esteja sempre com todos.

Muito Prezado Leandro, salve Maria!< ?xml:namespace prefix = o ns = "urn:schemas-microsoft-com:office:office" />

 

    Alegra-me responder sua carta tão amistosa e sincera. Principalmente por se tratar de um assunto que normalmente é tomado sem muita base na realidade dos fatos pelo viés protestante do criacionismo.

    Os fósseis normalmente são colocados na mídia científica como evidências de evolução pelos defensores do darwinismo, por causa de uma interpretação absurda do livro do Gênesis, defendida pela maioria dos criacionistas, de que a Terra só teria 6000 anos e de que todos os animais criados por Deus ainda estariam vivos – inclusive dinossauros – ou nunca existiram. Nesse último caso, os fósseis apresentados não passam de fraudes ou invenções mentirosas. Ou então, os dinossauros estão vivos e escondidos em alguma selva selvaggia e aspra e forte, nos rincões desse mundo sem eira nem beira…

    Na verdade, é óbvio que os fósseis são um registro histórico que mostra que muitas espécies foram extintas e outras permanecem vivas, desde as mais remotas eras, da mesma forma. O que eles não mostram, em momento algum, são as transições evolutivas entre espécies. Isso porque essas transições nunca existiram. Está aí a fraude científica. É essa a mentira mais sutil que é colocada pelos evolucionistas, e o demônio gosta dela.

    Os dinossauros existiram e a Igreja nunca se opôs oficialmente a isso. Nem poderia, pois não há nada na existência desses enormes répteis que contradiga a lógica da criação, e a Igreja nunca foi, nem será, oposta à boa e honesta ciência.

    Quanto ao livro do Gênesis, como já dissemos outras vezes, mas repetimos sem o menor aborrecimento, este livro não pode ser tomado como um livro de biologia, de física, química, etc. Embora ele não contradiga tais ciências, sua função é teológica, servindo a graus mais elevados de conhecimento.

    Por isso, dificilmente esse livro mencionará todos os seres vivos, mas os põe em ordens ontológicas e morais, sob diversos aspectos, para compreensão da ordem posta por Deus no mundo.

    Contudo, se tomarmos os textos: ”Deus criou os monstros marinhos…” (Gn I, 21), e “Produza a terra (…) répteis e animais selvagens, segundo sua espécie.” (Gn I, 24), temos grupos de animais que podem incluir a categoria dos dinossauros, sem prejuízo da interpretação.

    Você se refere a fósseis de Homo sapiens. Na verdade, deve estar se referindo a algum outro fóssil humano que algum paleontólogo desonesto atribuiu um epíteto especifico – nome de espécie – diferente, apenas para confundir as pessoas.

    Essa é uma fraude muito comum desde que se tenta provar a ascendência simiesca do homem e negar sua criação divina.

    Sugiro que leia o texto sobre evolucionismo nesse site (http://www.montfort.org.br/old/index.php?secao=cadernos&subsecao=religiao&artigo=evolucionismo&lang=bra), para mais informações a respeito.

 

No Coração de Maria Santíssima,

Fábio Vanini

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: O dogma da evolução - Orlando Fedeli

Cartas: Até que ponto a Teoria da Evolução é válida? - Fábio Vanini

Cartas: Falácias do Evolucionismo: O caso das Mariposas de Manchester - Fábio Vanini

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais