Montfort Associação Cultural

15 de março de 2007

Download PDF

Desonestidade intelectual contra o Prof. Felipe Aquino

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Nilton Fontes
  • Localizaçao:
  • Religião: Católica

Olá Prof. Fedeli,

Mais uma DESONESTIDADE intelectual do senhor. Embora saiba que não vai publicá-la, como o tem feito com outras há muito tempo, escrevo-lhe para sua reflexão.
Refiro-me ao artigo “Prof. Felipe de Aquino confessa que há heresias no Concílio Vaticano II“, do qual o senhor extraiu a frase: “Não se esqueça que o Vaticano II disse que o Espírito Santo atua também nas igrejas protestantes; nem tudo dele é heresia. Há muitas coisas boas; leia a Unitatis Redintegratio”. e com “este corte” ficou fácil acusar ao ilustre prof. Felipe de achar heresias no “Concílio Vaticano II”. Ora, o Prof. Felipe nunca disse isso. O que ele disse na carta acima foi que “nem tudo dele”, isto é, “nem tudo do Pentecostalismo” é heresia, conforme a “Unitatis Redintegratio”, do CVII.
Mas quem está buscando só acusar, usa de má fé e não observa todo o contexto, para tirar suas conclusões arbitrárias.

Fique em paz.

Em 07.03.2007
Nilton Fontes

Muito prezado  Nilton,
Salve Maria.
    Claro que sua carta será publicada, como publico as demais.
    O senhor me acusa de deturpar uma frase do Professor Felipe de Aquino, isolando-a do texto anterior.
    A frase é a seguinte:
“Não se esqueça que o Vaticano II disse que o Espírito Santo atua também nas igrejas protestantes; nem tudo dele é heresia. Há muitas coisas boas; leia a Unitatis Redintegratio”.
 
    Conforme o senhor, a correta interpretação dessa frase seria a seguinte:
“nem tudo dele”, isto é, “nem tudo do Pentecostalismo” é heresia, conforme a “Unitatis Redintegratio”, do CVII.
    Posso até admitir que o Professor Felipe de Aquino tenha se expressado mal, e que ele continua a defender os erros do Concílio Vaticano II. O que seria lamentável.
    Pois defender os erros do Vaticano II é bem pior do que se expressar mal.
    Se o senhor tem razão em sua análise, o Professor Felipe continua defendendo o Modernismo, que é condenado pela Igreja, Modernismo que inspirou o Concílio Vaticano II.
    Se o Professor Felipe está agora reconhecendo que o Vaticano II teve erros, constatar isso é elogiá-lo, e não caluniá-lo, por deturpação do pensamento dele.
    Teria esperança que o Professor Felipe de Aquino tivesse começado a ver melhor a realidade, tanto que ele afirmou não pretender responder pelo Padre Jonas Abib, que ele sempre defendeu.
    Se o senhor me permitir argumentar, veja que na frase em foco – “Não se esqueça que o Vaticano II disse que o Espírito Santo atua também nas igrejas protestantes; nem tudo dele é heresia. Há muitas coisas boas: leia a Unitatis Redintegratio”– a palavra  “dele refere-se a Vaticano II. Tanto que depois ele acrescenta o que haveria de bom no Vaticano II: a Unitatis Redintegratio(documento daquele Concílio).
    Se ele queria dizer que nas igrejas protestantes nem tudo é heresia, ele deveria ter escrito: nem tudo nelas é heresia.

    No Documento Unitatis Redintegratio não se fala de pentecostalismo. No Unitatis Redintegratio, nem se cita a palavra pentecostalismo. 
    O que me levou a escrever o que escrevi foi essa análise da frase do Professor Felipe de Aquino.
    Vi ainda a possibilidade dele estar mudando — graças a Deus — por duas razões:

          1) Por ele afirmar que não respondia pelo Padre Jonas Abib, que ele sempre defendeu;
          2) Por ele afirmar que não estimula o chamado dom de línguas.

    Agora, noutro texto que me chegou hoje, ele diz que é contra o uso de cantos protestantes na Missa.
    Deus seja louvado!
    Esses três fatos me mantém a esperança de que realmente ele estaria mudando. E rezo para que isso aconteça, exatamente na hora em que o Papa Bento XVI vai reformar a Missa Nova e determinar o fim dos abusos nela existentes. E na RCC esses abusos são contínuos.
    De todo modo, rezo para que o professor Felipe de Aquino tenha se expressado bem no que escreveu, e que corresponda realmente ao que ele pensa. Isso me alegraria.
    Como lamentaria que ele tivesse se expressado mal, defendendo ainda que não há erros no Concílio Vaticano II.
    Caso ele confirme que se expressou mal, seria uma pena.
    Mas não deturpei o pensamento dele como ele literalmente o expressou.
    E que Deus o perdoe, meu caro senhor Nilton, pelas ofensas que o senhor escreveu contra mim, pois, no máximo, eu teria me equivocado. Equívocos são possíveis. Não os confunda com deturpação voluntária. Mas creio e espero que não me equivoquei. 
    Espero que um dia o Professor Felipe reconheça bem claramente os erros do Concílio Vaticano II, que o Cardeal Biffi recentemente relacionou com o concílio convocado pelo Anticristo, segundo Soloviev.
    Que Deus nos una a todos na verdadeira Fé Católica.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Notícias e Atualidades: Papa terá que enfrentar mito do Vaticano 2º

Cartas: O site Montfort é contrário ao Concílio Vaticano II? - Orlando Fedeli

Artigos Montfort: A Liturgia: entrevista com o Cardeal Joseph Ratzinger - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais