Montfort Associação Cultural

14 de setembro de 2006

Download PDF

Defesa da fé verdadeira

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Patrício
  • Localizaçao: Betim – MG – Brasil

Sempre tive boa formação católica, primeiro como catequista e depois como membro da RCC e do grupo de jóvens, e até cheguei a ingressar num postulantado franciscano, atualmente, embora tenha meu interesse conservado sobre temas da Igreja, vendo a minha atuação percebo falhas e equívocos, gostaria de saber até que ponto o Concílio Vaticano II foi de boa valia, pois percebe-se, com as Ceb”s um enfraquecimento da fé, e com a RCC uma fé não autenticamente católica, pode-se dizer. 
Onde falhou a Igreja, porque está perdendo o controle das coisas, 1,3 por cento dos católicos que se diriam praticantes, por ano, no Brasil, país de índole Católica, aderem a novas práticas espirituais, como por exemplo, seitas evangélicas. 
Gostaria de saber também se a Associação Montfort tem um projeto de Igreja Católica mais condizente com o Evangelho de Cristo e se existem reuniões aqui em Betim ou Belo Horizonte, para que eu conheça mais, pois as mudanças como Teologia Pentecostal e Teologia da Libertação e Ecumenismo, já não me interessam muito, acho que a Igreja, sendo portadora da Doutrina da Salvação não deveria ficar marcando passo e deixando que o mundo seja “convertido ao Islamismo” por exemplo, que em dez anos ultrapassa o número de cristãos em todo o mundo. O Islamismo é uma religião que prega que as pessoas podem até matar em nome de seu pseudo-deus. 
O que a Igreja pode fazer para se tornar uma Igreja mais próxima do Cristo? 
Por quê existem tantas contradições, como por exemplo a bíblia pastoral, vc já leu os roda-pés desta bíblia?
Parece que estão tirando o sentido do sagrado, e pregando uma ideologia da prática do bem nas nossas igrejas. 
O Evangelho deve ser mais do que isto, não é verdade? 
Quem é Jesus na verdade? 
Ouvi coisas muito ruins de pessoas que fizeram curso de teologia no CEFAP – Centro de Formação de Agentes de Pastoral, como por exemplo dizerem que Jesus não está presente na hóstia consagrada. 
Fiquei sabendo que vocês foram pedir autorização ao Papa para atuarem numa espiritualidade própria, que espiritualidade é esta? Em que lugar eu posso encontrar, pois desejo reorientar minha fé Católica, pois, em meio a tantas contradições, perdi a originalidade e a expressividade, a genuidade e identidade de ser religioso, Católico, praticante, e sinto falta de algo que preencha esse imenso vazio deixado por tantas contradições. 
A maior tristeza que tenho é a de não ser santo, mas como ser santo numa Igreja de valores subjetivos, que prega um cristianismo sem fundamento? 
Se estivesse ainda num convento, com certeza, teria perdido o que julgo ser essencial na minha formação Católica, a fé.

Muito prezado  Patrício,
Salve Maria.
 
     Você tem toda a razão ao apontar o estado lastimável em que estão os católicos, hoje. Há um êxodo dos fiéis para as igrejolas heréticas. E o pior é que os sacerdotes, normalmente, nada fazem paar salvar as almas. Nota-se, com as honrosas exceções de praxe, que em geral os padres revelam um total desconhecimento da religião. Ainda outro dia, assistindo a um casamento numa Igreja em São Paulo, tive a desgraça de ver um padre jovem, que durante a cerimônia, se atrevia a dirigir a palavra aos fiéis que assistiam a cerimônia, dizendo palavras picantes e absurdas. Na realidade, ele nem sabia o que é sacramento e julga que o Padre deve ser uma show man.
     Sem dúvida, foi o Concílio Vaticano II o responsável pela crise catastrófica existente hoje entre os católicos. Esse Concílio pastoral e não infalível, permitiu a introdução de muitos erros modernistas na Igreja.
     Por exemplo, as heresias ensinadas no tal curso de teologia no CEFAP – Centro de Formação de Agentes de Pastoral, que dizem que Jesus não está presente na hóstia consagrada é um fruto típico da nova Teologia adotada pelo clero progressista. E quantos padres não rezam a Missa sem acreditar na presença real de Cristo na Hóstia?!
    A Montfort é uma associação cultural de leigos católicos.
    NÃO TEMOS, E NÃO QUEREMOS TER — DEUS NOS LIVRE — QUALQUER PROJETO DE IGREJA CATÓLICA.
    Qualquer projeto de reforma da situação da Igreja cabe sempre à Hierarquia, isto é, ao Papa e aos Bispos. São eles que têm a missão de governar e de guiar a Igreja.
    Quanto a reuniões de estudos, em Belo Horizonte, temos amigos da Montfort que se reunem para estudar a doutrina Católica. Vou encaminhar sua carta a eles para que o convidem. 
    Reze sempre a Nossa senhora, rogando-lhe que o mentanha na Fé católica, mesmo que grande número de padres e “teólogos” traiam o que a Igreja sempre ensinou. 
    Que Deus o guarde.
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Veritas virtus in medio est - Orlando Fedeli

Documentos da Igreja: A Igreja contra a igualdade, o socialismo e o comunismo

Cartas: A criação do Instituto Bom Pastor - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais