Montfort Associação Cultural

3 de maio de 2006

Download PDF

Defendendo a Toca de Assis 2

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Francisco Do Amaral Carvalho Dockhorn
  • Idade: 23
  • Localizaçao: Porto Alegre – RS – Brasil
  • Escolaridade: Superior em andamento
  • Profissão: Estudante De Psicologia
  • Religião: Católica

Caro Professor Orlando Fedeli:

Gostaria de me manifestar à respeito das acusações que foram publicadas em seu site à respeito do Instituto Religioso “Filhos e filhas da pobreza do Santíssimo Sacramento”, popularmente conhecido como ‘Toca de Assis”. Embora tu tenhas deixado claro que não te responsabilizas por ela, dizes que são denúncias graves. Tais acusações estão sendo amplamente difundidas, e inclusive foram mencionadas ontem pelo Pe. Roberto Lettieri na Canção Nova.

1. A Toca de Assis é acusada de erro por viver a espiritualidade da RCC.
Caro Professor, conheço bem tua posição a respeito da RCC, sei que tu consideras a RCC má em essência (ponto em que discordo de ti), porém, não há aqui a objetividade necessária para condenar um instituto religioso por causa disso, visto que a RCC não é condenada pelo Sagrado Magistério da Santa Igreja e é aceita pelos Papas do nosso tempo. Antes que tu me digas que tal aceitação não é de forma alguma coberta pela infalibidade, eu já digo que tenho consciência disso, e por isso reconheço que o tema está aberto à discussão. Porém, repito: não há aqui a objetividade necessária para se condenar um instituto religioso por causa disso.

2. A Toca de Assis é acusada de erro citando faltas de alguns de seus membros, tais como: agir de forma sentimentalista em algumas situações, abusar sexualmente de moradores de rua acolhidos, um possível descuido com um jovem que morreu afogado, e assim por diante. E isto também não são motivos para condenar a Toca de Assis como instituto. Sabes muito bem que os filhos da Santa Igreja pecam, e que isso não diminui em nada a santidade da Santa Igreja. Acredito que também na Associação Montfort hajam muitos pecados da parte dos que fazem parte dela, tendo em vista que ela também é formada por homens. Mas Nosso Senhor disse que Ele veio para os pecadores. Não quero aqui de forma algumas justificar pecados, mas sim reconhecer que, por mais que tenhamos a obrigação moral de combatê-los, todos estamos sujeitos à cair neles. Inclusive eu e você, caro professor.

Peço que minha carta seja publicada no site.

Francisco do Amaral Carvalho Dockhorn

Muito prezado Francisco,
salve Maria!
 
    Com prazer publicarei sua carta em defesa da Toca de Assis, buscando esclarecer os fatos e fazer justiça a ambos os lados.
    Os fatos que teriam acontecido na Toca de Assis, e que foram denunciados por outro leitor do site, são de responsabilidade dele. Deixamos aberto o site para os que desejam defender esse grupo religioso. Até agora, porém, os fatos denunciados não foram negados, mesmo você, em sua carta, não os nega.
    Não tenho conhecimento de fatos semelhantes na Montfort. Se os houvesse, tenha a certeza de que expulsaria imediatamente os responsáveis.
    Quanto à RCC não ter sido ainda oficialmente condenada, isso não é prova de sua ortodoxia. Lutero se rebelou em 1517, e sua condenação pelo papa só se deu em 1520. 
    Aguardemos…
    E, enquanto aguardamos o pronunciamento infalível de Roma, examinemos o que faz e ensinam os líderes da RCC. Se constatarmos que eles vão contra o que a Igreja sempre ensinou, devemos denunciá-los.
    E é o que fazemos.
 
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Canção Nova – Reconhecimento Pontifício - Orlando Fedeli

Cartas: Prof. Felipe de Aquino confessa que há heresias no Concílio Vaticano II - Orlando Fedeli

Cartas: RCC e minha vida - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais