Montfort Associação Cultural

2 de fevereiro de 2005

Download PDF

Danças

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Juliane
  • Localizaçao: – Brasil

Querido professor Orlando,
Salve Maria!

Desta vez dirijo-me à sua pessoa para pedir esclarecimentos sobre a dança.
A prática da dança é condenada pela Igreja? Se não é totalmente, quais os estilos são permitidos? E quanto à questão de danças típicas, por exemplo, dança Ucraniana – citando a minha descendência? Eu aprecio muito as apresentações destes grupos e sempre tive vontade de fazer parte. Como é avaliada esta prática?

Outra dúvida: é correto um casal de namorados ou esposos, irem a bailes de formatura, aniversário, casamento? E pessoas solteiras que são convidadas para estes bailes, como devem agir? Li numa resposta a um consulente que a valsa foi condenada pela Igreja. Neste caso, como fica a questão da “valsa dos noivos”?

Outro dia estava ouvindo o CD “Music for Joan the Mad, do grupode músicas medievais, La Nef , e percebi que ao som de algumas músicas que tem um estilo árabe, minhas sobrinhas, de 6 e 8 anos, começaram a dançar no estilo “dança do ventre”, por influência da televisão, é claro. Eu fiquei sem saber se pedia para elas pararem ou se desligava o som. Como o senhor pode perceber, é muito difícil saber agir da maneira correta.

Diante de todas estas dúvidas, a alternativa mais próxima é recorrer ao seu entendimento da Doutrina Católica.

Muito obrigada pela atenção e paciência ao responder-me estas questões.
Um forte abraço e fique com Deus.
Juliane

Muito prezada Juliane,
Salve Maria!
 
    Agradeço o material que você me enviou.
    Em matéria de danças, há que distinguir as danças típicas — como as ucranianas, por exemplo — das danças modernas. Nestas, os casais se enlaçam, criando uma ocasião próxima de pecado. Além disso, as danças modernas são lascivas e favorecem o pecado.
    A igreja sempre considerou as danças como ocasião próxima de pecado, e que, por isso, deviam ser evitadas. Diz São Francisco de Salles, em seu livro Filotéia, que as danças são como os cogumelos: os melhores não prestam.
    Assisti algumas exibições de danças típicas ucranianas e as achei lindíssimas, especialmente uma nas quais os jovens manejavam sabres.
    Essas danças populares antigas e típicas normalmente não são perigosas. Mas cabe a você, que conhece melhor que eu essas danças, julgar se em alguma delas se fazem movimentos que podem colocar a pessoa em perigo de pecar por desejo ou por toques impuros. Aquelas danças típicas coreográficas que não ofereçam perigo podem ser dançadas.
    Claro que casados podem dançar um com o outro, desde que não sejam danças imorais ou escandalosas. Mas, pessoas solteiras não convém que dancem.
    As músicas do disco Joan the Mad, são lindíssimas. Porém a dança do ventre é contra a moral. Não se deve permitir que crianças ou adultos dancem desse modo.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais