Montfort Associação Cultural

27 de janeiro de 2005

Download PDF

Dançar como o Rei Davi?

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Juliane
  • Localizaçao: Cascavel – PR – Brasil
  • Escolaridade: Superior concluído
  • Religião: Católica

Querido Professor Orlando e Equipe Montfort,
Salve Maria!
Gostaria de expressar novamente minha alegria e gratidão por encontrar no site Montfort, o esclarecimento de minhas dúvidas. Pois bem, a minha dúvida hoje é com relação ao Livro de II Samuel, capítulo 6. Acontece que os protestantes e carismáticos alegam que, assim como o Rei Davi saltou e dançou de alegria diante do Senhor, assim mesmo pode ser feito hoje. Isso explicaria toda a “animação” desse pessoal nas celebrações que eles fazem
Como devemos entender esta passagem? Como agir diante de tais argumentos?

Tenho também uma outra dúvida, que meu irmão perguntou-me e eu não sabia responder corretamente:
O que é temer a Deus? Eu disse que era respeitá-Lo e amá-Lo, mas fiquei em dúvida.

Obrigada novamente pela atenção e que a proteção de Nosso Senhor e Sua Mãe Maria esteja sempre com vocês!

Um abraço, Juliane

Muito prezada Juliane,
salve Maria!
 
    Esse pessoal quer imitar o Rei Davi na dança e na cítara, mas não na vida de penitência e de arrependimento.
    Quando eles tiverem a santidade desse rei, e fizerem a penitência que ele fez, poderiam imitar seu canto e sua dança de alegria pela entrada da Arca, com a Lei de Deus, em Jerusalém. Eles querem dançar, mas não querem fazer entrar a lei de Deus em suas vidas e em seus corações.
    Davi tocava a cítara de dez cordas.
    Eles querem tocar guitarras desafinadas e sensuais.
    Ora, o que fazia Davi era um símbolo. Em vez de compreender o símbolo, eles querem tocar banjo, pandeiro, cuíca e reco-reco, como se fosse a cítara.
    Acabo de escrever a uma outra pessoa sobre esse tema, e aproveito o que disse em outra carta, para responder também a você.
    “Claro que, na Missa, e no céu, todos nós devemos tocar a “cítara”, pois logo no início da Missa, nas orações ao pé do altar, se diz: “Eu te louvarei Senhor, na cítara” etc.

    Não pense, porém, que, aí, a palavra “cítara” signifique o instrumento musical.
    Nada disso. Cítara é um símbolo .
    A cítara era um instrumento de madeira com dez cordas.
    Por ser de madeira, ela significa a cruz. Por ter dez cordas, ela lembra os dez mandamentos. Louvaremos a  Deus, no céu – e na Missa – “tocando” a cítara de nossa cruz, na obediência aos dez mandamentos.
    Essa cítara simbólica é que lhe recomendo muito que você aprenda a tocar, em sua vida, na Missa, e um dia, no dia eterno, no céu.
    Nossa senhora a ensine a tocar essa santa “cítara”.
    [Até aqui o que escrevi para outra consulente do site Montfort].
    Temer a Deus não é ter medo dEle. Pelo contrário.
    Quando se ama muito alguém, procura-se agradá-lo em tudo, e se teme desagradá-lo.
    O temor, então, é fruto do amor.
    Permaneça

in Corde Jesu, semper,
            Orlando Fedeli

TAGS

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais