Montfort Associação Cultural

24 de janeiro de 2010

Download PDF

Cristoteca

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Aliria
  • Localizaçao: Rio de Janeiro – RJ – Brasil
  • Religião: Católica

Salve Maria!
Estou muito preucupada com a Nossa Igreja, a RCC está cada indo cada vez mais longe no ridículo!
Inventaram a Cristoteca, um baile com músicas religiosas onde servem como bebida o apocalipse!
Meu Deus, onde iremos parar? Dizem que assim vão resgatar jovens para Cristo, fazendo um evento “santo”.
Então penso: “A raiz não é boa, pois estão tentando colocar algo de bom dentro de uma coisa ruim, dizem tirar o mal dos bailes, colocando as coisas de Deus usando os ritmos que rolam nos bailes. Então para que os jovens vão querer ficar com o genérico, se tem o original? Não seria uma forma de indiretamente estimular os jovens a irem para os bailes daqui de fora? Já que os ritmos são os mesmos, quase tudo que acontece aqui fora também se encontra lá?
Por isso digo com todo orgulho: “Sou católica tradicional frequentadora da Congregação Mariana e não abro mão”
Gostaria obter uma resposta pelo questionamento!
Obs: Sempre usam como argumentos que na Bíblia está escrito: “Louvai a Deus com cantos e danças”
Aguardo anciosamente sua resposta.

Muito prezada Aliria,
Salve Maria.

     Você tem toda razão no que diz. Querer atrair os jovens para o bem usanddo um meio mau, é um absurdo. Você diz bem: para quê ir a um baile cristão igual aos de fora? Só para ser fingido ou hipócrita?

     As cerimônas do Antigo Testamneto foram abolidas no novo. Os judeus eram um povo ainda muito grosseiro e com sacrifícos de animais que simbolizavam o sacrifício de Cristo Deus e homem. Querer agradar a Deus com os meios e ritos da Antiga lei é equivalente a igualar o sacrifício de Jesus ao de animais.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais