Montfort Associação Cultural

15 de fevereiro de 2006

Download PDF

Contribuição Protestante na Nova Missa de Paulo VI

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Fábio Luiz Dias Modesto
  • Localizaçao: Jaú – SP – Brasil
  • Escolaridade: Superior concluído
  • Religião: Católica

CARÍSSIMO PROFESSOR ORLANDO FEDELI,

A PAZ DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO!

É COM PRAZER QUE LHE ESCREVO MAIS UMA VEZ.

A SITUAÇÃO É A SEGUINTE: ESTAVA EU NO “CHAT” DO SITE DA CANÇÃO NOVA, ONDE COSTUMO DEBATER COM OS FREQUENTADORES SOBRE OS MALEFÍCIOS DA RCC E AS HERESIAS QUE NELA SE PROPAGAM, QUANDO PASSEI A DIALOGAR COM UM TAL PADRE ZÉ. FIZ A ELE ALGUMAS PERGUNTAS, ENTRE ELAS SE A NOVA MISSA TERIA FACILITADO A SUA PROFANAÇÃO POR PARTE DE MUITOS PADRES, COM AS CHAMADAS MISSAS-SHOW, E SE ELE ACHAVA QUE TERIA SE APROXIMADO DE UM CULTO PROTESTANTE, UMA VEZ QUE ALGUNS PASTORES PROTESTANTES AJUDARAM A FAZER AS ALTERAÇÕES NA MISSA DE SEMPRE, CF. O SR. AFIRMA NO SEU SITE (Com efeito, desde a nova liturgia produzida por Monsenhor Bugnini, em 1969, e que contou com a colaboração de seis pastores protestantes, o Novus Ordo Missae, inclusive por sua ambigüidade, provocou uma verdadeira anarquia litúrgica, como o disse o Cardeal Ratzinger. Surgiram as Missas-Show, as Missas ecumênicas — até missas sincréticas católico-macumbeiras — as Missas carnavalescas, as Missas participadas, que, paradoxalmente, afugentaram os fiéis, e que indiretamente causaram um êxodo de católicos para as seitas protestantes. – Orlando Fedeli – “Montfort com Ecclesia de Eucharistia”
MONTFORT Associação Cultural
http://www.montfort.org.br/old/index.php?secao=veritas&subsecao=igreja&artigo=ecclesia_eucaristia&lang=bra
Online, 21/12/2005 às 11:03h)

. O PADRE ME RESPONDEU QUE TERIA ESTUDADO TEOLOGIA EM ROMA POR MAIS DE CINCO ANOS, E QUE NUNCA HAVIA OUVIDO QUE PROTESTANTES TERIAM OPINADO NA ALTERAÇÃO DO MISSAL; FICOU INCLUSIVE ALTERADO, MANDANDO-ME, IRONICAMENTE, IR ESTUDAR MELHOR.

VOU REPRODUZIR AQUI AS PALAVRAS DO PADRE: “Padre ze To. reservadamente fala para FABIO:
As actas do Concílio, vc poderá encontrá-las numa boa biblioteca de teologia. Estão escritas em Latim, se não sabe latim, tem de pedir a ajuda de alguém que lhas traduza. Aí encontra todas as intervenções dos participantes nas sessões do concílio, o que cada um disse e propôs e as respectivas votações. E quando se falou da Liturgia na sessão donde saiu a Sacrossatum Concilium, não interveio nenhumprotestante. está a confundir a sessão. Os prtestantes intervieram quando se falou na sessão da relação da Igreja com o mundo e com os irmãos separados. Na sessão da Liturgia não intervieram nenhum protestante.”

SEM PODER DECLINAR OS NOMES DOS PROTESTANTES, E POR TALVEZ TER CONFUNDIDO AS SITUAÇÕES, FIQUEI SEM ARFGUMENTOS PARA REPLICAR O PADRE, DE MODO QUE FIQUEI COM ESSA DöVIDA ACERCA DA PARTICIPAÇÃO DOS PROTESTANTES NO CONCÍLIO VATICANO II E NA REFORMULAÇÃO DO NOVO MISSAL.

DIANTE DISSO, SOLICITO A SUA AJUDA PARA DIRIMIR A MINHA DöVIDA, ENVIANDO-ME UMA RESPOSTA SOBRE A QUESTÃO POSTA LOGO ACIMA.

MUITO OBRIGADO.

APROVEITO PARA DESEJAR-LHE UM FELIZ NATAL, COM AS BENÇÃOS DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, E COM A PAZ QUE O MUNDO NÃO PODE DAR!

JAö, 21 DE DEZEMBRO DE 2005.

Muito prezado Fábio,
salve Maria!
 
    Esse padre tentou enganá-lo.  A elaboração da Nova Missa de Paulo VI foi feita em 1969, depois do Concílio Vaticano II, que terminou em 1965.
    Ele tentou também diminui-lo dizendo que as atas do Concílio são em latim e que você deveria pedir ajuda de quem sabe latim para lê-las.
    Veja abaixo a foto dos seis pastores protestantes que ajudaram na elaboração da Nova Missa com Paulo VI.
    Aproveito para lhe desejar um santo Natal.
 
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

sixprotestantministers

Pastores protestantes George, Jasper, Shepherd, Künneth, Brand e Thurian com Paulo VI


“OBSERVADORES” PROTESTANTES NA REFORMA LITöRGICA – 1966
 
(Pe. Annibale BugniniLa Riforma Liturgica – pg. 204, Edizione Liturgiche – 1983 – Roma)
 
“No dia 23 de agosto de 1966, a lista dos “Observadores”, aprovada pela Secretaria de Estado e pela Congregação da Doutrina da Fé, ficou assim composta:
 
Indicados pela Comunidade Anglicana (1º de julho):
 
1 Rev. Ronald C. D. Jasper, presidente da Comissão litúrgica da Igreja Anglicana da Inglaterra.
 
2 – Rev. Dr. Massey H. Shepherd Jr., professor «Church Divinity School of the Pacific», California –USA.
 
O Conselho Mundial das Igrejas indicou (12 de agosto):
 
3 – Prof. A. Raymond George, membro da Conferência Metodista, diretor do «Wesley College» de Headingley, Leeds, Inglaterra.
 
A Federação Mundial Luterana indicou (12 de agosto):
 
4 – Pastor Friedrick-Wilhelm Künneth, de Genebra, secretário da Comissão «for Worship and spiritual Life», substituído em 1968 por:
 
5 – Rev. Eugene L. Brand, Metodista de N. York.
 
Finalmente, a Comunidade de Taizé escolheu:
 
6 – Pastor Max Thurian, vice-prior da Comunidade”.

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Reverência ao Santíssimo - Orlando Fedeli

Oração e Vida Espiritual: Quinto Domingo depois de Pentecostes

Alguns locais de Missa Tridentina no Brasil

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais