Montfort Associação Cultural

2 de agosto de 2005

Download PDF

Contra o ecumenismo

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Adecir Bispo
  • Localizaçao: Campo Grande – MS – Brasil
  • Escolaridade: Superior concluído
  • Profissão: Médico
  • Religião: Católica

Senhor Orlando Fedelli, é a primeira vez que entro em contato com vocês da Montfort…
Sinto uma imensa felicidade em saber que um site como este existe em meio a tantos outros que divulgam idiotice explícita. Foi o melhor que achei até hoje na internet e posso dizer que mudou o meu modo de ver as coisas.
Há algum tempo comecei a participar na Igreja Católica, mas sempre via as coisas como os padres aqui de nossa Diocese (Campo Grande – MS) nos passam.
O Ecumenismo era pra mim o objetivo máximo da Nossa Igreja, que reconhecendo erros do clero e inventando erros para reconhecer, mostrava um exemplo máximo de falsa caridade. Para mim, era lícito dizer que erramos, no obejtivo de buscar a unidade com outras igrejas, mesmo que não tivéssemos errado: eu criticava o batismo de crianças na frente dos protestantes, elogiava a “caridade” espírita, a sabedoria dos dalais lamas e por aí vai. Achei lindo quando uma das irmãs de nossa comunidade, ao saber que certa pessoa era budista, disse: Que linda religião ela escolheu para a vida dela… Como eu gostava de dizer: “o que nos une é maior do que nos separa”.
Me sentia tão feliz quando os padres falavam que nossa Igreja era Santa e pecadora. Achava que ao dizer que era pecadora, estávamos exercendo nossa humildade. Adorava saber que o Concílio Vaticano II declarou ser possível a salvação em outras igrejas. Adorava o elogio, nos sermões dos padres, à “fé” dos protestantes.
Até o dia em que tentei imaginar um mundo ecumênico. Teríamos que abrir mão da veneração à Nossa Senhora em frente aos protestantes, da adoração ao santíssimo sacramento, da obediência ao Santo Padre. Teríamos que queimar os documentos dos Santos Padres, os documentos conciliares. Em nome da união com os que vivem no erro. “Não se pode criar briga por uma bobeira dessas.”
Graças a Deus, por esses dias, quase sem querer, conheci este site, que mostrou não a “verdade” de um grupo de pessoas, mas a única que existe, trasmitida pela Igreja Católica. Que não é romântica, nem sentimentalista, que não tolera o erro, que odeia o mal, que ama o bem e que quer nossa salvação.
Obrigado por me mostrarem essa verdade, sem a qual estaria forçado a pensar do jeito que o mundo moderno nos força a pensar. Obrigado Montfort, sinceramente.

Adecir Bispo

Muito prezado Adecir,
Salve Maria!

    Que alegria imensa me deu sua carta!

    Graças a Deus, o site Montfort pode contribuir para a sua compreensão do mal do ecumenismo e da santidade da Igreja Católica Apostólica Romana.

    Que Deus o guarde sempre na fidelidade à Santa Igreja, fora da qual não há salvação.

    Escreva-me sempre.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Imoralidade e pecado - Orlando Fedeli

Cartas: Cumprimentos de Portugal

Cartas: Agradecimento, sinceros elogios e incentivo - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais