Montfort Associação Cultural

22 de dezembro de 2005

Download PDF

Cientista coreano usou mais de 900 óvulos em experiências com clonagem humana

Mais um desafio à reputação do pioneiro da clonagem Woo-Suk Hwang, da Universidade Nacional de Seul, surgiu, nesta terça-feira, da boca de um ex-colega

Sung-Il Roh, diretor do Hospital Mizmedi, diz que o pesquisador usou mais de 900 óvulos na sua última pesquisa com clonagem humana, ao invés dos 185 declarados no artigo científico que Hwang e seus colaboradores publicaram na prestigiosa revista “Science” (www.sciencemag.org) em maio deste ano.

Roh diz que não conhece o paradeiro dos óvulos que “sobraram”.
(Folha de SP, 21/12)



Leia o artigo: Clonagem humana: um castelo de mentiras repleto de erros e buracos fatais

TAGS

Publicações relacionadas

Notícias e Atualidades: ONU: “A proibição total do aborto é um crime”

Notícias e Atualidades: Japão registrou menos bebês e mais suicídios em 2007

Notícias e Atualidades: Sonho de Hitler pode se tornar realidade

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais