Montfort Associação Cultural

26 de janeiro de 2005

Download PDF

Celibato dos padres

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Elisa
  • Idade: 43
  • Localizaçao: Belém – PA – Brasil
  • Religião: Católica

Sem querer, acessei este site, que eu nem sei de onde e, mas fiquei muito triste em ver as respostas ao Professor que tentou falar sobre o celibato dos padres. Ao inves de responder as sensatas e profundas alegacoes do professor, o representante deste site somente repetiu a ladainha que a maioria da Igreja Catolica diz, quando nos, os fieis, queremos discutir este assunto tao delicado, mas que, com certeza, diz respeito a nos e nao so ao clero, porque somos diariamente guiadas por estas pessoas que, como disse o emerito professor, nem sempre sao pessoas com personalidade formada e com absoluta conviccao de que desejam mesmo abdicar do sexo em prol da Ihreja.

E claro que, se voce deseja entrar para uma ordem ou entidade qualquer, ou ate para um emprego, voce tem que acatar as condicoes que lhe oferecem. Mas o celibato e uma condicao deveras cruel,porque exige que um ser humano renegue a sua propria natureza.

Bem, nao estou aqui para dar a minha opiniao – apesar de ja ter dado – mas para, mais uma vez, demonstrar minha tristeza em ver que ainda existem muitos religiosos que se dedicam a transmitir a opiniao da Igreja, sem sequer tentar dar a sua propria.

Pior, nao querem ouvir a opiniao do outro, somente atacam, e a celebre tecnica de que “o ataque e a melhor defesa”
Ah! Antes que eu me esqueca, sou catolica, praticante, respeito muito todas as pessoas, procuro seguir todos os mandamentos e me considero muito honesta e caridosa.

Sera que respondi aquelas quatro perguntinhas, condicao “sine qua non” para ser ouvidsa neste site ?

Prezada Dona Elisa, salve Maria!

A Sra. se engana no que tange a condições para ser atendida neste site. Atendo a todos os que perguntam ou que objetam, mesmo, por vezes desaforadamente.

A Sra se engana, de novo, pensando que estamos aqui para expor nossa “opinião”. Opinião de intelectual é palpite.

A Igreja Católica não defende palpites nem opiniões: Ela ensina a verdade que lhe foi revelada por Cristo Deus. Opiniões só se tem do que não se conhece, ou do que se duvida.

O celibato nada tem de cruel. Ele só se apresenta como cruel para quem quer satisfazer os seus apetites, e não coloca a Fé e Deus acima do prazer material.

E a Igreja católica, minha senhora, não é um partido político, que discute as questões políticas e econômicas com seus filiados. Cristo ordenou aos Apóstolos: “Ide e ensinai”. Não lhe disse: “Ide e debatei”.

Seu posicionamento é de um democratismo herético. Na Igreja Católica, cabe à Hierarquia eclesiástica guiar o povo, e não ao povo dar “opiniões” ou “palpites”.

Fico contente em saber que a Sra. é católica, e que se considera praticante. Mas, peço-lhe que não se esqueça que a prática dos mandamentos nos obriga a obedecer, e a não ter pretensões de ensinar, quando não temos a autoridade para isso, ou não sabemos a doutrina. E muito menos a pretender dar “opiniões”. Minha Senhora, recomendo-lhe que procure conhecer a doutrina católica — que é a verdade– e a acatá-la sem restrições.

Lembre-se do que diz o Espírito Santo na Sagrada Escritura:

“Inclina o teu ouvido e ouve as palavras dos sábios” (Prov XXII, 17).

E sábios, aí, são os Papas e os Doutores da Igreja.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Missas Afro - Orlando Fedeli

Eventos: Nova vídeo-aula “Pinga-fogo” – em 17 de maio

Cartas: E o amor? E a caridade? - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais