Montfort Associação Cultural

26 de abril de 2006

Download PDF

Causas dos conflitos entre judeus e palestinos

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Sérgio Almeida Ramos
  • Idade: 37
  • Localizaçao: Jequié – BA – Brasil
  • Escolaridade: 2.o grau concluído
  • Profissão: Func. Público
  • Religião: Protestante

GOSTARIA DE ENTENDER QUAIS OS MOTIVOS DOS CONFLITOS HISTÓRICOS ENTRE JUDEUS E PALESTINOS.
SEGUE AS MINHAS PERGUNTAS :
1- QUAL OS MOTIVOS DOS CONFLITOS ?
2- É UMA GUERRA DE CUNHO RELIGIOSO ?
3- TODO PALESTINO OU ÁRABE É MUÇULMANO?
4- EXISTE UM HISTÓRICO BÍBLICO PARA ESSES CONFLITOS ?
5- QUAL A POSIÇÃO DA IGREJA CATÓLICA SOBRE ESSES FATOS ?
6- O QUE É O MOVIMENTO SIONISTA ?

CONTO COM SUA AJUDA E SAPIÊNCIA PARA ME FAZER ENTENDER ESSES ASSUNTOS .
POR FAVOR NÃO ME DEIXE SEM RESPOSTAS. A LEITURA DESSE SITE SE TORNOU PARA MIM UM VÍCIO SAUDÁVEL. AINDA HAVEREI DE TE ESCREVER MUITAS VEZES, POIS TENHO MUITOS QUESTIONAMENTOS E DöVIDAS. SEI QUE O SENHOR NÃO VAI SE CANSAR DE MIM.

QUE DEUS CONTINUE DE DANDO SÁUDE , FORÇA E SABEDORIA

OBRIGADO

SÉRGIO

Muito prezado Sérgio,
Salve Maria.

    Muito obrigado por seus votos e por sua confiança
    O conflito entre judeus e árabes na Palestina é causado sim por motivos religiosos. Os judeus entendem que a Palestina lhes foi dada por Deus há quatro mil anos atrás — quando Deus a deu a Abraão —  e que eles têm direito sobre ela . Eles pretendem reconstruir lá o Templo de Salomão na colina de Sion, onde os árabes construíram a mesquita de Omar. Então, eles não lutam por ouro ou petróleo, mas um lugar, uma colina: Sion.
    Normalmente, os árabes palestinos são maometanos, embora haja alguns poucos cristãos.
    No século XIX, o nacionalismo pregado pela Revolução Francesa afirmava que toda nação tinha direito a se constituir em estado.
O presidente Monroe dos Estados Unidos cunhou então a famosa farse: ”A América para os americanos“. Com isso ele pretendia favorecer a independência das colonias hispano-portuguesas da América. Porém, desse slogan, Hitler tirou a conclusão de que a Alemanha devia ser dos alemães. E disso nasceu a Segunda Guerra Mundial, pois Hitler se considerava no direito de anexar qualquer lugar onde se falasse alemão.
    Os judeus, por sua vez, liderados por Theoro Herzl concluíram que se a América era dos americanos e a alemanha dos alemães, a Judéia tinha que ser dos judeus.
    Ele fundou então o movimento sionista que pretendia reconstruir o estado de Israel.
    Os sionistas foram ajudados por Hitler como conta Hannah Arendt, no livro Eichman em Jerusalém, por que viam neles nacionalistas como eles.
    Em 1948, os sionistas constituiram o estado de Israel na Palestina, o que causou a primeira guerra deles com os árabes. Depois vieram outras guerras, até hoje, com homens bomba e a ameaça iraniana de lançar bombas atômicas sobre Israel.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Aparições de Nossa Senhora na França - Orlando Fedeli

Cartas: Pacto de Metz - Orlando Fedeli

Vídeos: Vídeo Aula: A Veracidade dos Evangelhos - Ivone Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais