Montfort Associação Cultural

12 de janeiro de 2005

Download PDF

Católico tolerante

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Gregorio M. Neto
  • Idade: 35
  • Localizaçao: Florianópolis – SC – Brasil
  • Escolaridade: 2.o grau incompleto
  • Religião: Católica

OLÁO IRMÃO FERNADO E ORLANDO AO NAVEGAR PELA REDE OBSERVANDO OS SITES DA RCC ME DEPAREI COM ESTA PÁGINA, POR CURIOSIDADE AO LER ALGUNS ARTIGOS, E COMENTARIOS ENTRE VOCÊS DOIS, QUERO DIZER QUE SERIA MAIS CONVENIENTES NÓS USARMOS DOS NOSSOS TEMPOS E DAS NOSSAS CONDIÇÕES PARA FAZER COISAS MELHORES DO QUE FICARMOS JOGANDO FARPAS UM NO OUTRO, A NOSSA IGREJA NÕAO PRECISA DE CRITICOS POR QUE SÃO MAIS DE CINQUENTA MIL RELIGIÕES ENTRE CEITAS E DOUTRINAS FAZENDO ISTO QUE VOCÊS ESTÃO FAZENDO. NOSSA IGREJA É MARAVILHOSA TEM ESPAÇOS PARA TODOS QUE QUEREM SERVIR AO SENHOR JESUS EXISTE VARIAS PASTORAIS E DIVERSOS MOVIMENTOS PARA QUE NÓS NOS COLOCAMOS A SERVIÇO. PARA DEUS NÃO IMPORTA QUE TIPO DE SERVIÇO EU FAÇO O QUE IMPORTA É QUE ME COLOQUE A SERVIÇO DO IRMÃO, DO POBRE DOS ORFÃOS DOS FRACOS E OPRIMIDOS DOS FAMINTOS DE PÃO E DE PALAVRA DE DEUS.

SOU CORDENADOR PAROQUIAL DA RCC VEJO NA RCC AQUILO QUE O PAPA JOÃO PAULO II JÁ FALOU QUE A RCC É A PRIMAVERA DA IGREJA CONCORDO PLENAMENTO ESTE MOVIMENTO TEM CIDO O RESGATE DE MUITOS CATÓLICOS QUE VIVEM A MERCE DAS CEITAS QUE SURJE A CADA HORA NESTE MUNDO. FAÇO PARTE DA LITURGIA AUXILIO OUTROS MOVIMENTOS DENTRO DAQUILO QUE POSSO.

TEMOS QUE RESPEITAR TODOS PARA QUE POSSAMOS CUMPRIR( QUE TODOS SEJAM UM COMO EU E O PAI).

IRMÃOS ESTA A MINHA MENSAGEM, QUE O AMOR DE JESUS POSSA ESTA EM NÓS PARA QUE A VERDADE SE CUMPRA DE VERDADE. AMEM ALELUIA!!!!

Meu caro Gregório, salve Maria!

Você me critica por atacar erros e heresias existentes, hoje, infelizmente, entre os católicos, e me escreve que:

“A NOSSA IGREJA NÕAO PRECISA DE CRITICOS POR QUE SÃO MAIS DE CINQUENTA MIL RELIGIÕES ENTRE CEITAS E DOUTRINAS FAZENDO ISTO QUE VOCÊS ESTÃO FAZENDO. NOSSA IGREJA É MARAVILHOSA TEM ESPAÇOS PARA TODOS QUE QUEREM SERVIR AO SENHOR JESUS EXISTE VARIAS PASTORAIS E DIVERSOS MOVIMENTOS PARA QUE NÓS NOS COLOCAMOS A SERVIÇO. PARA DEUS NÃO IMPORTA QUE TIPO DE SERVIÇO EU FAÇO O QUE IMPORTA É QUE ME COLOQUE A SERVIÇO DO IRMÃO, DO POBRE DOS ORFÃOS DOS FRACOS E OPRIMIDOS DOS FAMINTOS DE PÃO E DE PALAVRA DE DEUS”.

Lendo o que você julga que a Igreja é, ou o que você julga que ela deveria ser, fico pasmo.

E quantos católicos, hoje, pensam como você.

É a esse tipo de falso católico, tolerante, ecumênico, beneficente e filantrópico, “católico” com uma “Fé” sem verdade, e com virtude sem nervo, nascido do liberalismo e do modernismo do Vaticano II, que passo agora a escrever, como se fosse a você, meu caro, que é apenas uma vítima a mais do que se ensina, hoje, em muitos seminários, e em tantas paróquias.

É a esse pseudocatólico que escrevo:

A Igreja como você a imagina, tolerando tudo, e com espaços para tudo, parece mais uma casa de tolerância (um prostíbulo), e uma torre de Babel.

O que você imagina que a Igreja deveria ser é o oposto da Igreja Católica. Ela é o contrário da única Igreja de Cristo, a Igreja Católica Apostólica Romana.

Você nunca ouviu dizer que Cristo expulsou os vendilhões do Templo?

E você nunca ouviu dizer que a Igreja sempre excomungou os hereges, expulsando-os da Igreja?

A Igreja que você imagina — fruto da mentalidade ecumênica nascida do Vaticano II — é uma igreja beneficente e filantrópica, que tolera todos os erros, uma igreja indiferente ao erro e ao mal.

Ela se parece com um hospital que tolerasse e “desse espaço” a todos os vírus e bactérias. Nesse falso hospital, tolerante de todas as enfermidades, ia morrer todo o mundo. Esse pseudo-hospital, aliado de todas as doenças, seria um traidor da saúde. Um hospital traidor da vida.

A Igreja tolerante, beneficente e filantrópica que você imagina seria traidora da Fé e da vida da graça, da vida verdadeira.

A igreja tolerante e indiferente que você imagina, mais se parece com o ideal de uma loja maçônica.

A igreja que você imagina mais se parece com a torre de Babel, onde todos falavam e ninguém se entendia.

A Igreja que você imagina não tem amor nenhum à verdade, porque não tem nenhum ódio ao erro.

A igreja que você imagina não tem nenhum amor à virtude, pois que nem odeia e nem condena o vício.

A igreja que você imagina mais parece um super-mercado de palpites religiosos.

Meu caro, a igreja que você imagina existe sim: no inferno.

Ela é a igreja que satanás quer implantar no mundo no lugar da Igreja Católica, mestra da Verdade e Mãe de todas as virtudes.

É inferno, é o diabo que tolera todos os erros e pecados e odeia toda a verdade e todo o bem.

Porque quem tolera a mentira, não ama a verdade. Quem não condena o vício, odeia a virtude.

Quanto às farpas, você crítica Jesus Cristo por ter lançado aos fariseus as farpas de ” filhos do diabo”, “hipócritas”, “serpentes”, ” túmulos caiados” e “raça de víboras”?

Meu caro, se você tivesse vivido no tempo de Cristo, você teria pedido a libertação do tolerante Barrabás, e teria condenado Jesus à crucificação como intolerante e maldoso, pois condenou os fariseus.

Você teria pedido a Pilatos — o modelo dos que são tolerantes, e que lavam as mãos no conflito entre a verdade e a mentira — por usar farpas contra os fariseus, e o chicote contra os vendilhões do templo.

E saiba que, hoje, o templo está bem cheio de vendilhões e de fariseus.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli.

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Igreja invisível - André Palma

Cartas: Carta-protesto contra a profanação em Salvador - Orlando Fedeli

Cartas: Sócrates, Platão e Aristóteles

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais