Montfort Associação Cultural

23 de novembro de 2004

Download PDF

Catolicismo X Política

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Ana Luiza
  • Localizaçao: Recife – PE – Brasil
  • Escolaridade: Pós-graduação concluída
  • Profissão: Adm de Empresas
  • Religião: Católica

Caro Orlando Fedelle, Salve Maria!!
O senhor deve estar percebendo que tenho enviado várias dúvidas sobre os
mais variados assuntos. É que todo dia eu tiro um tema para pesquisar no seu
site e me inteirar a respeito do posicionamento da Religião Católica, que é
a minha religião e porque acho que não existe meio termo para muitas coisas,
principamnete em se tratando de Religião. Ou se é católico ou não, não
existe ser católico e não ir à missa, ou não se confessar etc. por isso
minhas inúmeras dúvidas, pois sou católica e não quero ser meia católica.
Minhas dúvidas são as seguintes:
1 – Eu já tinha lido aqui no seu site que a igreja é contra o comunismo e o
socialismo. Hoje lendo outra resposta, vi que a igreja também é contra o
capitalismo. Na minha ignorância, fiquei sem entender. A igreja católica é a
favor de que tipo de governo??
2 – O a Igreja Católica vê de errado nos demais tipos de governo??
3 – O Sr. acha certo a Igreja está envolvida com política??
Apenas como comentário, confesso que fiquei triste em saber seu
posicionamento sobre Dom Helder, quando o Sr. disse que por ele ser
socialista era não foi um bom católico. A grande maioria das pessoas aqui em
Recife o admiravam muito e todos sentiram a sua morte.
4 – Se Dom Helder não foi um bom católico, como a igreja permitiu que ele
subisse hierarquicamente chegando a ser Arcebispo da cidade de Recife e
Olinda??
Certa de sua resposta, desde já lhe sou muito grata,pois sei que terei
dúvidas mais adiante!!!
Ana Luiza

Muito preza Ana Luiza,
salve Maria !

    Muita satisfação deu-me sua carta por constatar nela tão boas disposições de alma. Realmente, ou se é católico ou não se é. Como disse Pio XI, ninguém pode ser católico e socialista, ao mesmo tempo.

    Ora, Dom Helder sempre defendeu o socialismo, primeiro o socialismo nazista, e, depois, o socialismo marxista, a ponto de ser chamado de “o Arcebispo Vermelho”.

    Talvez você não tenha tido conhecimento, mas, antes, Dom Helder defendia o integralismo nazistóide de Plínio Salgado. Consta até que ele fez questão de ser ordenado sacerdote, tendo por baixo da batina a camisa verde dos nazistóides tupiniquins. Depois, com a derrota do nazismo e o desaparecimento do Integralismo, ele aderiu ao socialismo marxista, tendo sido um dos maiores defensores do absurdo que se chamou socialismo cristão.

    Tudo o que era ruim tinha o apoio de Dom Helder. Quando comecei a praticar a religião, na década de 50, lembro-me de uma manchete de uma grande revista, ostentando uma declaração de Dom Helder que me escandalizou muito. Dizia a tal manchete escandalosa, repetindo as palavras de Dom Helder Câmara:  “ CARNAVAL  NÃO  É PECADO”.

    Você me pergunta como Dom Helder pode ser nomeado Arcebispo de Olinda e Recife, tendo idéias tão más.

    Minha cara Ana Luiza, se a Igreja Católica enfrenta, hoje, tão grande crise, é exatamente porque pessoas como Dom Helder podem alcançar altos cargos na hierarqia eclesiástica.

    Veja o caso do Cardeal Kasper, um dos homens mais poderosos da Igreja em nossos dias. Esse Cardeal Kasper, com altos cargos em Roma, defende que Cristo não ressuscitou. É pois um herege completo.

    Você me pergunta que forma de governo a Igreja defende hoje.

    Permita-me lembrar-lhe que socialismo e capitalismo não são formas de governo, mas sistemas econômicos. O socialismo é totalmente condenado pela Igreja. O capitalismo é tolerado pela Igreja porque ainda nele se permitem dois valores:

1- o direito de propriedade particular;
2- a livre iniciativa.

Mas a Igreja condena no capitalismo:

1- a separação entre economia e moral;
2 – a livre concorrência absoluta.

    Há só três formas de governo, todas as três aceitáveis pela Igreja :
1- A Monarquia;
2- A Aristocracia;
3- A Democracia.

    Nenhuma dessa três formas de governo, de per si,  solucionaria os problemas do mundo atual, porque essas formas de governo seriam remédios políticos, enquanto a crise atual é religiosa e moral.

    Só uma remédio religioso e moral pode resolver a crise do mundo, hoje.

    Só a Igreja Católica pode salvar o mundo, hoje. Só um Papa santo pode curar as chagas do mundo contemporâneo.

    Escreva-me sempre.

In Corde Jesu, semper,

Orlando Fedeli.

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Namoro Católico - Lucia Zucchi

Cartas: Santíssima Trindade - Orlando Fedeli

Notícias e Atualidades: Comoção na Coréia do Sul pelo suicídio da ´sacerdotisa da felicidade`

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais