Montfort Associação Cultural

31 de julho de 2006

Download PDF

“Católicas pelo Direito de Decidir” (pela morte)

Autor: Fábio Vanini

  • Consulente: João Alberto
  • Localizaçao: Curitiba – PR – Brasil

Caros senhores,

No site de diocese de Santo André (www.diocesesantoandre.org.br/news_1_.asp?codigo=837) obtive a informação de que: “Em seu objetivo de infiltrar-se dentro Igreja Católica, no final de 2004 as Católicas para o Direito de Decidir conseguiram alugar como sua sede central no Brasil todo o sexto andar de um prédio de propriedade dos padres Carmelitas de São Paulo, um edifício tradicionalmente conhecido por abrigar as principais sedes dos organismos da Igreja Católica em São Paulo. Ali esté localizada no quinto andar do prédio a sede da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil em São Paulo”

Quem são as “Católicas pelo Direito de Decidir”? São uma organização que defende discaradamente o aborto, eufemisticamente chamado de “direito de decidir”. Como sempre, financiadas pela Fundação Ford. Promovem uma campanha pró-aborto extremamente ativa, e possui relações com pessoas do governo, a ponto de ser chamada por este para comissões que analisam alterações na lei que trata do aborto – inclusive propondo a sua descriminalização.

Para se ter uma idéia do nível da organização, uma das fundadoras da “entidade-mãe” americana (Catholics for Free Choice”), Patricia Fogarty McQuillan, declarou-se “papisa” (!) na escadaria da Catedral de St.Patrick, em Nova York ( http://www.catholicsforchoice.org/lowbandwidth/aboutus.htm )

Ocorre que eu fui ao site da citada organização e verifiquei que o endereço de fato é quase idêntico ao da Regional 1 da CBBB: Rua Prof. Sebastião Soares de Faria, 57 e Rua Prof. Sebastião Soares de Faria, 57 – 5º andar, respectivamente (http://www.catolicasonline.org.br/institucional/contato.asp ; http://www.bispado.org.br/index.php?op=verpagina&wcodigo=8&wsecao=3 )

Assim, pergunto: vocês poderiam me informar se a entidade “Católicas pelo Direito de Decidir” estão de fato alugando um prédio de propriedade dos padres Carmelitas de São Paulo? E se este fato se confirmar, seria possível fazer uma denúncia e dar publicidade a um fato que, na minha concepção, é inaceitável? Não consigo aceitar que alguém se diga católico e defenda o aborto, o homossexualismo, etc.

ATENÇÃO: Em momento nenhum estou insinuando qualquer apoio da Montfort a esta entidade. Ao contrário: estou buscando seu apoio na luta contra este absurdo.

Muito Prezado João Alberto, salve Maria!

    Sua informaçao está de acordo com a nossa, com relação ao endereço das entidades. E isso é uma grande tristeza.
    Tal organização, que deveria se chamar “Ex-Católicas Pelas Esquerdas para Impor o Pecado”, recentemente usou de suas influencias no tal CONIC, Conselho Nacional das Igrejas Cristãs, para lançar uma “pena” de silêncio ao Pe. Lodi, um sacerdote muito ativo, talvez o mais ativo no Brasil, contra o aborto. Uma alta representante da Rede Feminista de Saúde, associada ao CONIC e, certamente, apoiada pela organização de ex-católicas, arrogou-se poderes de Bispo, falando inclusive em nome da CNBB (http://www.acidigital.com/noticia.php?id=7201) contra tal sacerdote.
    Claramente, esse movimento é um tentáculo do grande movimento eugenista que atua no mundo, que começou a conspirar no tempo de Charles Darwin.
    Estamos esperando que a CNBB se pronuncie contra esse movimento anti-católico há anos, mas porque não o fazem é um mistério…
    Agradeço sua colaboraçao e publicaremos sua denuncia no site Montfort.

No Coração de Maria Santíssima,
Fábio Vanini

TAGS

Publicações relacionadas

Artigos Montfort: Ali Lulá e os 40 milhões - Orlando Fedeli

Notícias e Atualidades: Dom Odilo na Rio +20: Sentença de morte ao nascituro não é “cuidado de saúde”

Cartas: MST e Igreja – parte III - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais