Montfort Associação Cultural

5 de setembro de 2005

Download PDF

`Casamento gay` causa briga em Notre Dame

Domingo, 5 de junho de 2005, 09h56
’Casamento gay’ causa briga em Notre Dame

Um padre da catedral de Notre Dame de Paris ficou levemente ferido em confrontos entre membros do serviço de ordem da igreja e militantes da organização Act Up, que celebravam uma simulação de matrimônio homossexual.
Os militantes também participaram de uma manifestação diante da prefeitura de Paris contra a homofobia e pela igualdade de direitos, para comemorar o primeiro aniversário de um matrimônio gay na França, celebrado em Begles.

Vinte militantes entraram na catedral de Notre Dame e realizaram a simulação de casamento, diante de fiéis e turistas. Disfarçado de padre, um membro da Act Up ’casou’ duas mulheres, enquanto os manifestantes gritavam ’Bento XVI, homofóbico, cúmplice da aids!’.

Perseguidos pelo serviço de ordem da catedral, os militantes saíram, mas houve confrontos do lado de fora. O padre Patrick Jacquin ficou levemente ferido. Agredido na nuca, o padre recebeu atendimento.

’Houve uma manifestação na catedral, eram uns selvagens. Fui jogado no chão e pisoteado, agredido nas costas e no pescoço. É escandaloso que tenham insultado a mim e ao Papa’, declarou o padre, depois de afirmar que entrará com uma ação na justiça.

O presidente de Act Up Paris, Jérôme Martin, que participou na manifestação, afirmou que também foi agredido e que tudo é uma ’representação’ do padre.

’Não queríamos ser agressivos com os fiéis, mas o serviço de segurança, agressivo, quis tirar a nossa bandeira’, disse Martin.



Comentário:

Quando violam-se os direitos da Igreja não fala-se em preconceito e nem em Intolerância.

TAGS

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais