Montfort Associação Cultural

29 de julho de 2009

Download PDF

Carta de Mons. Guido Pozzo: "os fiéis não são obrigados a ter vastos conhecimentos da língua latina, bastando um missal bilíngüe ou qualquer folheto."

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Carlos Eduardo Monteiro
  • Localizaçao: Piracicaba – SP – Brasil
  • Escolaridade: Superior concluído
  • Profissão: Administrador de Empresa
  • Religião: Católica

Muito prezado professor Orlando,
Salve Maria!

Enviei nove perguntas à Ecclesia Dei no final de Abril deste ano. Mas, responderam a carta dia 18 de Julho. Isto é muito importante. Temos então, uma resposta já da nova situação em que se encontra a Ecclesia Dei — incorporada à Doutrina da Fé.
Carta de monsenhor Guido Pozzo, o novo secretário. Assim, ninguém poderá argumentar que não tem mais valor a carta que recebi, afinal já está com a nova configuração da Ecclesia Dei.

Das nove perguntas, a nona era a mais espinhosa. Monsenhor Pozzo respondeu a nona questão chamando-a como “questões ulteriores”. Deixa na resposta a clara importância do motu proprio Summorum Pontificum e declara a autoridade do Santo Padre. Fala de obediência… de modo que até o Núncio Apostólico no Brasil deve ser obediente ao Santo Padre.

Creio que as duas coisas mais importantes estão nas duas primeiras questões. Não precisamos de permissão do Bispo. Os fiéis não precisam dominar o Latim, basta apenas um folheto bilíngue ou qualquer folheto. E essa resposta veio em documento oficial e para fiéis brasileiros.

As perguntas que fiz: (em anexo a carta de monsenhor Pozzo em formato PDF)

1- Após ter entrado em vigor o Motu Proprio “Summorum Pontificum”, é necessária a permissão do Bispo Diocesano para que algum padre possa celebrar a Missa Gregoriana?

2- Os fiéis devem dominar a língua latina para poderem assistir a Missa Gregoriana? Ou bastaria apenas um folheto do missal em formato bilíngue (Latim – Português) para que os fiéis possam assistí-la?

3- Um grupo pequeno de fiéis (por exemplo: 8 pessoas), embora seja estável, é insuficiente para que seja celebrada a Missa na Forma Extraordinária?

4- O Bispo Diocesano deve cooperar para que o pedido de Missa Gregoriana feito por um grupo estável de fiéis seja realizado?

5- Os fiéis que não fazem parte do grupo estável poderão assistir a Missa Gregoriana?

6- Poderão ser realizados matrimônios na Forma Extraordinária do Rito Romano?

7- Com a publicação do Motu Proprio “Summorum Pontificum”, o Papa Bento XVI deseja que a Missa Gregoriana seja amplamente ofertada nas Dioceses?

8- O Santo Padre deseja que o ensino do Latim volte a fazer parte do currículo dos seminários para que os futuros padres possam celebrar Missas na língua latina?

9- Os Bispos Diocesanos devem seguir as orientações da Comissão Pontifícia Ecclesia Dei sobre a aplicação do Motu Proprio “Summorum Pontificum” mesmo que o Núncio Apostólico no Brasil possa, hipoteticamente, emitir opinião contrária?

Forte abraço!

Em Cristo,
Carlos Eduardo Monteiro
 

 Carta Ecclesia Dei sobre a aplicação do Sommumorum Pontificum
 

Muito prezado Carlos Eduardo, salve Maria!
 
Que grande vitória foi essa carta que você recebeu como resposta de Monsenhor Pozzo, Secretário da Pontifícia Comissão Ecclesia Dei, agora vinculada à Congregação da Doutrina da Fé!
Mons. Pozzo é, atualmente, uma das mais altas autoridades no Vaticano e essa carta é a primeira - e bem decisiva — que ele redige em seu novo cargo. E tratando de uma questão tão importante e tão candente!
Parece-me evidente que ele aproveitou sua carta para mandar o seguinte recado a todos os Bispos do Brasil e do Mundo, que estão fazendo oposição ao Papa e colocando obstáculos à aplicação do Motu Proprio Summorum Pontificum: obedeçam ao Santo Padre, que quer a liberação total da Missa de sempre.
Sendo assim, ele não lhe mandaria essa carta, sem proibição de publicação, sem antes ter recebido aprovação de sua missiva de “autoridades superiores” a ele, no Vaticano.
E superiores a ele, na Santa Sé, hoje, há bem poucas pessoas.
Creio que os Bispos do Brasil entenderão o recado. O resultado será a liberação mais franca da Missa em toda a parte.
E não só no Brasi.
Quantas graças e bênçãos virão ao mundo por meio dessa carta que, graças a Deus, você conseguiu.
É com muita alegria, e mais, com grande honra, que publico sua carta e a resposta de Monsenhor Guido Pozzo no site Montfort, cartas que terão uma repercussão enorme no mundo inteiro.
Que Deus o abençoe, e que Nossa Senhora o guarde.
 
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais