Montfort Associação Cultural

15 de junho de 2010

Download PDF

Carta ao Prof. Orlando: pour toujours nous serons catholiques!

  • Consulente: Emílio Paulo dos Santos Pereira Filho
  • Localizaçao: Recife – PE – Brasil
  • Escolaridade: Superior incompleto
  • Profissão: Estagiário/adm. de Empresa
  • Religião: Católica

Professor,
Os seus olhos já não podem ler esta carta de gratidão, adormecidos pelo sono da morte. Talvez Deus permita que o sr. tome conhecimento dela, apesar do abismo que existe entre o céu e a terra.
 
Estive com o sr. a poucos dias… Pude dar meu último abraço no sr., brincando: “professor nada de morrer agora… Trarei mais bolo-de-rolo para o senhor continuar a luta”, depois de sua explicação que só podemos pensar se temos açúcar no cérebro. Assim foi o sr.: professor de História, de catecismo, de filosofia e mesmo sem saber “nada de geografia”, nos ensinava aqui ou ali algo de biologia.
 
Agora não mais o sangue pulsa, professor. O sr. doou todo ele por amor à Igreja. Pelo bem das almas. Para que honrassem a Mãe do Verbo encarnado e a servissem.
Morrer bem… Jamais nenhum professor me ensinou algo tão importante. Segundo São Tomás “O estudioso é aquele que leva aos demais o que ele compreendeu: a Verdade”. Foi essa a sua vida professor. Levar a verdade aos sedentos da Verdade. Levar Luz aos que andavam nas trevas.
 
O sr., jogou a sua bolsa de ouro professor: sua vida. Sempre lembro do professor ao ler o Cyrano de Bergerac. “Que gesto!”. Lembro aqui para fazer justiça aos que em vida lhe caluniaram de não ter caridade, que o sr. um dia nos deu aula doente na Faculdade de Direito do Recife e, de súbito, passou tão mal que pensávamos que naquele momento o senhor morreria. O seu velho coração combalido o forçou a sentar abruptamente e ficar sem voz, ofegante por uns minutos. Mas o brilho nos olhos daqueles que o assistiam o fez levantar. “Que gesto” professor!
 
O Doutor angélico nos diz mais: “Os professores devem ser elevados em suas vidas, de modo que iluminem aos fiéis com sua pregação, ilustrem aos estudantes com seus ensinamentos, e defendam a Fé mediante suas disputas contra o erro” (Santo Tomás de Aquino, “Contra Retraentes”). Elevado em vida, chama ardente de calor e de luz para seus alunos e exímio defensor de Deus e de sua Igreja. Temos seus exemplos gravados em nossas almas.
 
Professor, tantos hoje lhe devem a vida, pois o sr., nos mostrou a Vida. Tantos hoje lhes são gratos pelo sacrifício e amor que teve em nos ensinar a verdadeira Fé. Tantos hoje trilham o difícil caminho do céu porque o sr., lutou por nossa alma. Tantos outros almejam chegar ao altar dizendo “Introibo ad altare Dei”, pois Deus alegrava a Juventude do professor para defender a Fé.
 
Hoje professor, verifico como é verdadeira a frase que o sr., sempre disse: “se j´ai des amis au collège, je serais aimé demain” (Se tenho amigos no colégio, serei amado amanhã). Hoje os inimigos brindam sua morte. Hoje os amigos choram e rezam. E amam o professor. E AGORA o professor conhece e ama, o Bem, a Bondade a Verdade Absoluta.
Deus julgou tão digna a sua luta professor, que o chamou para combater no céu. E aqui nós ficaremos, apesar da dor e da saudade, cantando com alegria a música que o sr. mesmo compôs e nos ensinou:

Pour toujours nous serons catholiques,
Ennemis de la Révolution.
Disant “Non!” aux nouveaux hérétiques,
“Non!” à tant de lâches trahisons.
Au dernier rempart, Sainte Église,
Nous mourrons, toujours disant “Non!”

Nous serons ta garde fidèle,
Ton épée, ton sacré bataillon,
Défendant, o Rome éternelle,
Ta Foi, et ton drapeau, et ton honneur!

O montfortiens, O montfortiens,
Marchons pour Dieu,
Mourrons pour Dieu,
En vrais Romains. En vrais Romains!
La Garde Fidèle O.F. – 1956

Com as orações de todos os amigos do Grupo de Recife e também as minhas, me despeço,
 

POSUIMUS TE CUSTODEM!
 
Emílio Paulo Filho
 

 

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Parabéns a Montfort! - Orlando Fedeli

Cartas: Padre apóia site Montfort

Cartas: Testemunho de conversão - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais