Montfort Associação Cultural

22 de novembro de 2013

Download PDF

Bispo francês, em vinte anos, enterrou cento e vinte padres e ordenou UM!

Catedral de Sens. Belas pedras. Ainda haverá fundamentos?

Dom Yves Patenôtre, arcebispo de Sens-Auxerre, na França, fez a triste confidência acima a um senhor que o cobrava, na saída de uma missa, pelo fato de não ter havido um padre nas exéquias de sua mãe.

Para consolar o pobre senhor enlutado, o arcebispo lhe contou que, nessa missa mesmo, acabava de enviar em missão, entre outras EAP (Equipes de Animação Paroquial), as Equipes de Exéquias, para substituir os padres nesses momentos de dor para as famílias. Notando que a perspectiva não bastava para satisfazer o fiel, Dom Patenôtre argumentou que, assim como as belas (e vazias) catedrais francesas, a Igreja é composta de pedras vivas, com funções diferentes entre si – era o mesmo velho discurso da participação dos leigos – e que era preciso continuar nessa orientação pastoral…

Mas, finalmente, o que é muito bom, terminou por admitir que os alicerces da Igreja são os Apóstolos e não pode haver “animação paroquial” sem padres! A solução concreta – além da nomeação de (mais um) Serviço Diocesano Vocacional – é que cada paróquia determine um tempo para rezar pelas vocações. Pois “pode ser que um jovem escute o chamado do Senhor: ‘Tu me amas? Vem, segue-me, Eu preciso de ti’ ”

E o Arcebispo conclui, reafirmando sua crença no Espírito Santo: “Je crois en l’Esprit-Saint”!

Ainda há esperança para a Igreja na França…

Conferir no Riposte Catholique  e no site da Diocese de Sens-Auxerre.

Tradução Montfort

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais