Montfort Associação Cultural

18 de agosto de 2005

Download PDF

Bispo Dom Roque Paloschi dá a sagrada Eucaristia para um herege luterano

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Eduardo
  • Idade: 15
  • Localizaçao: Campina Grande – PB – Brasil
  • Escolaridade: 2.o grau em andamento
  • Profissão: Estudante
  • Religião: Católica

Olá Professor Orlando!
Eu sei que o senhor é muito atarefado e que suas ocupações tiram o seu tempo, mas peço sua atenção.
Como o senhor já disse que não tinha televisão em sua casa, vou contar algo que aconteceu na ordenação do novo bispo de Boa Vista, Dom Roque Paloschi…

“Eu estava visitando a de casa minha avó e quando eu cheguei ela estava assistindo uma missa televisada de hoje em dia, e eu fui assistir junto com ela. Era a ordenação do novo bispo de Boa Vista, Dom Roque Paloschi. De início o lugar já era inadequado, um ginásio esportivo! E mais chamado de “Totozão”! Toda a ordenação era feita em português, as peças liturgicas eram trazidas pelos parentes e pela primeira catequista dele, estava uma banda da RCC, e também aconteceu uma coisa estranha: A Ladainha dos Santos. Como se sabe a Ladainha deve ser feita em Latim e com solenidade, mas ela foi feita em ritmo de forró, totalmente em português e toda alterada contendo santos como: Santa Paulina e BEATO Frei Galvão, que nem santo é. Proclamado bispo, Dom Roque continuou a celebração na “parte” das ofertas — e que ofertas– elas foram trazidas além do Pão e do vinho foi trazido mandioca, milho e etc. Para “saudar” o novo bispo vieram um agricultor que ofereceu um chapéu de palha, um índio deu um colar e um cocar e o bispo colocou o os dois! e Terminou a missa com eles! E também é claro haviam garotas dançando do lado do altar ao ritmo da música que eu nem sei que era o ritmo. Pelo menos graças a Deus elas estavam bem vestidas! Chega a hora da consagração, pelo menos nessa hora ele tirou o cocar… ocorreu naturalmente, mas tinha algo espantososo além de haver vários bispos do norte do Brasil, adivinha quem apareçeu? Um Pastor LUTERANO! O Pai Nosso, foi um Pai nosso “Ecumênico”, e o pior de tudo, Dom Roque dá a sagrada Eucaristia ao pastor, como se fosse um presente qualquer! Para destribuir a Eucaristia, foi usados ministros da Eucaristia desnecessários, pois havia mais de 10 bispos e mais de 30 padres! Por mais que houvesse 6 mil pessoas no ginásio, os bispos estavão com tanta preguiça assim? No final da destribuição da Eucaristia, ainda na missa o pastor, a irmã do bispo falaram sobre ele como se fala num aniversário! E aí termina se a missa cheia de sacrilégios…”

É…
Peço encarecidamente sua resposta e publicação da carta para mostrar os sacrilégios ocorridos nessa ordenação…

Agradeço

Do seu irmão em Cristo

Eduardo

Muito prezado Eduardo,
Salve Maria!
 
Agradeço-lhe suas informações e sua confiança em nós.
 
É realmente lamentável que um Bispo, em sua sagração episcopal permita tantos abusos com relação à Liturgia e à Eucaristia. Parece até que ele nem leu a encíclica do Papa João Paulo II, Ecclesia de Eucharistia, e a Declaração Redemptionis Sacramentum, que condenam todos esses abusos. E o pior de tudo foi ele dar a comunhão para um herege luterano.
 
Se isso acontece com um sacerdote escolhido para o Episcopado, imagine-se que abusos não serão cometidos pelos simples sacerdotes! Esse Bispo dá um mau exemplo escandaloso. Como foi ele escolhido para ser Bispo, se revela tão péssima formação ?
 
São abusos como esses que escandalizam o povo, e o levam a descrer, infelizmente, do que a Igreja ensina.
 
Deus tenha piedade de nós.
 
Escreva-me sempre,
 
In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais