Montfort Associação Cultural

22 de março de 2005

Download PDF

Biosegurança

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Paulo Tarrasch
  • Localizaçao: São Paulo – SP – Brasil
  • Profissão: Analista
  • Religião: Católica

Orlando Fedelli,

Vejo na aprovação da famigerada Lei de BioSSegurança um sinal de má coordenação da Igreja nos seus diversos movimentos e com os homens de boa vontade.

Os acontecimentos lamentáveis ocorridos durante a sua ida à Canção Nova fazem pensar. Entendo que a sua ida à CN foi motivada pelo combate à Lei de BioSSegurança. Uma eventual crítica à “espiritualidade” da comunidade, mesmo justa, teria sido inoportuna.

A Verdade tem o seu próprio momento. É fundamental que os católicos entendam que acima de controvérsias graves e sérias como erros doutrinários e pastorais, a dignidade da vida humana por ser um Dom de Deus é aceita por todos.

Neste sentido, podemos afirmar que os homens de boa vontade, mesmo iludidos por estarem fora da Igreja, mesmo os heréticos, reconhcem a primazia da lei natural, a lei de Deus. Portanto abre-se uma janela para a conversão ao participarem da luta da Igreja a favor da Vida e da Liberdade.

O PT deve permanecer um bom tempo no poder e continuará a instalar a Cultura da Morte no Brasil. É fundamental e urgente que os homens de Bem se articulem para a Cultura da Vida, contra este governo.

É hora de formar-se uma rede conservadora da Vida. Somos católicos, logo conservadores. E devemos aproveitar esta luta para acolhermos os conservadores fora da Igreja. A luta contra a opressão do PT pode ser o meio para a Conversão de muitos destes conservadores.

Quem é o nosso amigo?
Um conservador com erros doutrinários, até mesmo herético, ou um católico que “defende” o dogma corretamente, mas que se omite na luta contra o Aborto?
Um conservador gnóstico, como Olavo de Carvalho, ou um católico como muitos bispos, que vão na mídia falar sobre a freira dos sem-terra assassinada–que respondia por assassinato de funcionário rural–, mas não tocam no tema do Aborto?

Que alegria para a Igreja seria a conversão do Olavo de Carvalho e muitos dos seus simpatizantes! Que alegria para a Igreja seria a conversão dos carismáticos da Canção Nova!
Do Mal Deus tira um Bem Maior. Vamos agir de acordo.

Cordiais Saudações,

Tarrasch

Muito prezado Tarrash,
Salve Maria!
 
    O nome “homens de boa vontade” designa exatamente aqueles que o papa João Paulo II acusa de serem os promotores dessas leis de eugenia nazistóide, absolutamente contrárias à doutrina católica e à lei natural.
 
    É verdade que mesmo a cooperação de não católicos na defesa da lei de Deus deve ser aceita.
 
    O lamentável é a  omissão – ou até a conivência – de autoridades católicas com essas leis iníquas.
 
    Obrigado por seu apoio, e rezemos pela conversão dos que estão fora da Igreja quem quer que sejam.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Este site é graça de Deus! - Orlando Fedeli

Cartas: Continue em sua luta - Orlando Fedeli

Cartas: Obrigado por existirem! - Marcelo Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais