Montfort Associação Cultural

12 de novembro de 2004

Download PDF

Bibliografia sobre Gnose

  • Consulente: André
  • Localizaçao: – Brasil

Prezado Dr. Orlando Fedeli Gostaria de seu comentário a respeito do livro abaixo, pois é da sua área específica de entendimento.

AS ESCRITURAS GNÓSTICAS Bentley Layton A doutrina cristã ortodoxa do mundo antigo – e conseqüentemente da Igreja moderna – foi parcialmente concebida como sendo o que a escritura gnóstica não era. Por esta razão, conhecer a escritura gnóstica é indispensável a todos os que queiram entender as raízes históricas da teologia e da fé cristãs.

Além disso, o mito gnóstico se desenvolveu em íntimo diálogo – mesmo que freqüentemente hostil – com o ensino judeu da sinagoga de língua grega.

Por tudo isso, as escrituras gnósticas incrementam. mesmo que obliquamente, nosso conhecimento dos fundamentos do judaísmo clássico.

As obras apresentadas na coletânea As escrituras gnósticas são heréticas – a contraparte herética da Sagrada Escritura do cristianismo e do judaísmo. Contudo, a despeito de seu caráter nada ortodoxo, essas obras esclarecem a atmosfera e as tradições literárias do cristianismo antigo e do judaísmo helenístico. O movimento gnóstico fez mais do que partilhar a cultura ambiente do cristianismo. Os gnósticos construíram um dos mais antigos e duradouros ramos da religião cristã antiga. Só ao final de séculos eles foram isolados pela Igreja estabelecida.

Código: 4650
ISBN:
85-15-02532-9
Páginas:
590pp.
Preço: R$ 65,00

Grato
André

Prezado André, salve Maria !

Quero agradecer seus elogios a nosso site e à minha pessoa, produtos mais de sua boa vontade e de sua simpatia do que com base na realidade, pelo menos no que se refere à minha pessoa. Deus lhe pague.

Não conheço esse livro sobre o qual você me pede uma opinião. Só posso comentar a nota que você me envia sobre ele.

Se essa nota é objetiva, recomendo que você não perca seu dinheiro, comprando esse livro, e nem perca o seu tempo lendo-o.

O tema Gnose é muito complexo. Um bom livro sobre esse assunto, para quem quiser começar a entendê-lo, é o de Hans Jonas: “La Réligion Gnostique”. Nesse livro, você poderá auferir os dados fundamentais e necessários para entender o que é a Gnose.

Quanto à Gnose judaica, recomendo-lhe que leia o livro de Gershom Scholem “A Mística Judaica” (ed. Perspectiva). O título original dessa obra de Scholem, o maior especialista em Kabballah, é “Major Trends in Jewish Mysticism”. Sobre os livros gnósticos, há obras interessantes publicadas, contendo as principais obras gnósticas encontradas nas grutas de Khénoboskion. Jean Doresse publicou uma obra sobre esse tema – Les Manuscrits de Khénoboskion — e mais recentemente Antonio Piñeiro, José Montessrat Torrents e Francisco Garcia Bazan publicaram uma obra, em três volumes, na Editorial Trotta, sob o título Textos Gnósticos da Biblioteca de Nag Hamadi (Khéno boskion) que é bem completo.

É interessante confrontar esses textos gnósticos originais, descobertos no século XX, com os textos dos padres da Igreja — de Santo Irineu (Adversus Haereses) e de Santo Epifânio (Panarion) — para constatar a objetividade impressionante dos Santos Padres.

Sobre o comentário -apresentação do livro de Bentley Leyton, você note que nele se diz que o autor considera que ” Os gnósticos construíram um dos mais antigos e duradouros ramos da religião cristã antiga. Só ao final de séculos eles foram isolados pela Igreja estabelecida”, o que é uma completa deturpação da realidade histórica.

Também não posso concordar com as seguintes colocações desse resumo da obra de Leyton: “Por esta razão, conhecer a escritura gnóstica é indispensável a todos os que queiram entender as raízes históricas da teologia e da fé cristãs. Além disso, o mito gnóstico se desenvolveu em íntimo diálogo – mesmo que freqüentemente hostil – com o ensino judeu da sinagoga de língua grega” Não é preciso conhecer a Gnose, para entender a doutrina católica. E também as infiltrações gnósticas no judaísmo dos tempos do helenismo, não me parecem apresentadas de modo objetivo por esse resumo. Scholem me parece ter outra visão do problema, e muito mais autorizada.

Em suma, não compre e nem leia esse livro.

In Corde Jesus, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Vídeos: A Busca da Origem da Vida e as Viagens Espaciais - André Roncolato

Cadernos de Estudo: A Gnose “Tradicionalista” de René Guénon e Olavo de Carvalho - Orlando Fedeli

Artigos Montfort: No país das maravilhas: a Gnose burlesca da TFP e dos Arautos do Evangelho - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais