Montfort Associação Cultural

30 de maio de 2012

Download PDF

Bento XVI: Renovo minha confiança em meus colaboradores

Texto da Audiência Geral no site do Vaticano

Comentário de Andrea Tornielli

Tradução Montfort

Pela primeira vez, Bento XVI fala dos Vatlieaks [a publicação, pela imprensa, de documentos confidenciais e comunicações entre membros da Igreja], e o faz uma semana depois da prisão de seu camareiro Paolo Gabriele [acusado de subtrair  e copiar documentos dos aposentos do Papa] que, ainda na quarta-feira passada, estava sentado no papamóvel branco durante a Audiência Geral. O Papa disse que estava triste, mas reafirmou sua certeza de que Deus está guiando a Igreja.
E sobretudo ele quis rejeitar as “inferências gratuitas”  das mídia que tem apresentado o Vaticano como um lugar de conflitos e tensões, reafirmando sua confiança em seus colaboradores mais próximos.

 

A renovação da confiança em seus colaboradores “mais próximos” é principalmente um sinal de reconhecimento público em relação ao Secretário de Estado Tarcisio Bertone, considerado um dos principais alvos da operação vatileaks, mas também se aplica ao secretário particular, Padre Georg Gänswein, à família pontifícia e aos mais altos responsáveis pela Secretaria de Estado e da Cúria Romana. Também significativa foi a conclusão dedicada a todos aqueles que trabalham na Santa Sé, fielmente e “em silêncio.”

 

AUDIENCIA GERAL DE 30.05.12

Saudação em língua italiana

Os eventos acontecidos nos últimos dias sobre a Cúria e meus colaboradores, trouxeram tristeza a meu coração, mas  nunca se obscureceu a firme convicção de que, apesar da fraqueza do homem, as dificuldades e provações, a Igreja é guiada pelo Espírito Santo e o Senhor nunca vai deixar faltar a sua ajuda para apoiá-la em seu caminho. Multiplicaram-se, no entanto, inferências, amplificadas por alguns meios de comunicação, totalmente gratuitas e que foram bem além dos fatos, oferecendo uma imagem da Santa Sé que não corresponde à realidade. Desejo, portanto, renovar a minha confiança e o meu encorajamento a meus mais próximos colaboradores e a todos aqueles que, a cada dia, com fidelidade, espírito de sacrifício e no silêncio,  ajudam-me a cumprir o meu Ministério.

 

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais