Montfort Associação Cultural

20 de setembro de 2007

Download PDF

Bento XVI diz que estabilidade no casamento fecha caminho do divórcio

Cidade do Vaticano, 19 set (EFE).- O Papa Bento XVI afirmou hoje que a estabilidade do casamentofecha o caminho ao divórcio“, durante a audiência geral realizada na Praça de São Pedro, perante 15 mil pessoas.

O Papa fez a afirmação ao dedicar a catequese de hoje, e citar os escritos do orador da primeira época do cristianismo São João Crisóstomo.

Os casais bem preparados fecham o caminho ao divórcio. Tudo se desenvolve com alegria, e se pode educar os filhos na virtude“, disse o Pontífice, citando São João Crisóstomo.

Bento XVI afirmou que os ensinamentos de São João Crisóstomo eram orientados “a forjar em todos os períodos da vida uma personalidade integral, física, intelectual e religiosa“.

Em seus escritos, Crisóstomo destacava a importância da infância “porque é quando se manifestam as inclinações ao vício e à virtude“.

Por isso, é nesta idade que a lei de Deus deve ser gravada na alma“, afirmou.

O Pontífice lembrou que, segundo Crisóstomo, “na adolescência, os ventos sopram violentos porque é quando cresce a luxúria“.

Bento XVI afirmou que o homem passa depois à fase do “namoro e casamento”, e, citando Crisóstomo, afirmou que “quando nasce a primeira criança se forma uma ponte, que une as duas partes do casal, e os três constituem uma família, uma pequena igreja“.

O Papa citou também os discursos que São João Crisóstomo realizou ao povo de Antioquia, depois que se rebelou contra o imperador Teodosio, que decretou novos impostos, derrubando as esculturas que o representavam.

Sobre esta reação do povo perante o aumento dos impostos, o Papa acrescentou com ironia que “algumas coisas na História não mudam“.

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: CASAIS DE 2º UNIÃO - Orlando Fedeli

Cartas: Um Deus em três pessoas - Orlando Fedeli

Cartas: O mantra na Igreja - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais