Montfort Associação Cultural

21 de setembro de 2004

Download PDF

“Associação Cultural N. S. de Fátima” Campanha Vinde Nossa

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Aluísio
  • Idade: 24
  • Localizaçao: São Paulo – SP – Brasil
  • Escolaridade: Superior concluído
  • Religião: Católica

Prezado Professor Orlando Fedeli,

Salve Maria!

Gostaria de submeter à sua apreciação dúvida que me ocorreu, concernente aos dois movimentos mencionados (“Associação Cultural Nossa Senhora de Fátima” e “Campanha VInde Nossa Senhora de Fátima, Não Tardeis”).

Há alguma diferença fundamental entre ambos, ou trata-se da mesma coisa, isto é, uma Associação sem fins lucrativos e sua campanha? Qual a sua opinião a respeito de ambos?

Fraternalmente,

Aluísio

Prezado Aluisio, salve Maria.

A “Campanha Vinde Nossa Senhora de Fátima, Não tardeis” foi organizada, nominalmente, pelo Cônego José Luiz Villac, membro da TFP de Plínio C de Oliveira. Na verdade, essa “campanha” tinha dois objetivo:

1) “místico”: pedir a Nossa Senhora que fizesse logo dar-se o suposto Reino de Maria milenarista sonhado pelo Dr. Oliveira;

2) Um objetivo muito mais “terra a terra”, isto é, financeiro: angariar donativos para a TFP.

Essa entidade, depois da morte do seu fundador, que se fazia crer e era acreditado como imortal, cindiu-se. Uma ala mais numerosa formou a chamada “Associação Cultural Nossa Senhora de Fátima”, que, inicialmente, lançou uma revista chamada de “Dr. Plínio” editada por uma editora de nome revelador: “Retornarei”. E o sujeito desse verbo era — velada e ocultamente — o próprio Dr Plínio.

Esperou-se o seu Retorno — leia-se Ressurreição — ao terceiro dia de seu falecimento. Depois, para dali a alguns meses. Depois, no ano 2.000. Depois…

Agora parece que enterraram de vez o profeta “imortal”, pois até a revista “Dr. Plínio” mudou de nome, e o pessoal da banda da Associação Nossa Senhora de Fátima diz que nada tem a ver com a TFP, quando, na verdade, é uma cisão dela, e dirigida pela pessoa que organizou o culto de Dr Plínio e da Mãe dele. E que até escreveu um livro sobre ela intitulado “Dona Lucília”. Que é um livro revelador…

Parece que os Arautos do III Milênio, agora – depois de sua adesão ao progressismo – Arautos do Evangelho, também angariam dinheiro nos semáforos, vendendo santinhos de nossa Senhora de Fátima. Certamente com finalidade mística… Mas também com a outra finalidade mais prática. No fundo, rivalizam com a TFP, de onde saíram.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

 

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Leitor pede informações sobre a seita secreta SEMPRE VIVA, da TFP. - Orlando Fedeli

Cartas: Implicância com o Dr. Plinio - Orlando Fedeli

Cartas: Alma de animais, Vaticano II, TFP e Montfort - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais