Montfort Associação Cultural

21 de outubro de 2004

Download PDF

Assistir missa????!!!!!

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Tiago Aparecido
  • Idade: 18
  • Localizaçao: São Paulo – SP – Brasil
  • Escolaridade: 2.o grau concluído
  • Religião: Católica

Primeiramente que a paz de Nosso Senhor Jesus Cristo esteja em nossos corações e principalmente no seu meu caro amigo que tenta sanar a dúvida de católicos que buscam crescer na fé e conhecer mais a sua igreja!

Bom é a segunda vez que entro nesse site, pois, o conheci através de um outro site católico e por achar interessante me pus a ler as perguntas e resposta publicadas e logicamente cai em alguns questionamentos e gostaria de compartilhar minha dúvida convosco esperando que tenha uma resposta convincente, bom em algumas das suas resposta vi claramente o termo assistir missa, e sempre tive a concepção e assim fui ensinado que nós leigos somos membros participativos do memorial da paixão de Cristo que se faz presente em nosso meio aprendi que se assistia missa em séculos passados quando a igreja erroneamente celebrava o mistério em latim sem que fosse possivel a participação da assembléia tanto que em minha paróquia o sacerdote não é tido como celebrante, pois, celebrante somos todos nós e sim como presidente da celebração que todos nós celebramos!!! outro questionamento é referente ao canto gregoriano, concordo plenamente com suas afirmações de que ultimamente as nossas celebrações estão péssimas no sentido referente aos cantos que são em sua maioria sem conteudo visando apenas preencher espaços na celebração e não complementa lá como deve ser, mas a minha duvida é se devemos realmente aceitar a introdução dos cantos gregorianos em nossas missas visto que não faz parte da nossa cultura e que não vão nos ajudar a celebrar de forma mais consciente a santa missa e sim de forma mecânica…

Bom fico por aqui agradecendo a atenção e esperando respostas convincentes da vossa pessoa desde já agradeço!!!

Fique em paz!!!!

Muito prezado Tiago, salve Maria!

Agradeço seus elogios ao site Montfort. Perdoe-me a demora da resposta. Mas valeu a pena a demora, porque, entrementes, saiu o Decreto do Papa condenando exatamente o que se faz em sua paróquia, e que você defende.

Você confessa coisas incríveis, e que comprovam como agiu bem o Papa João Paulo II ao fazer o decreto Redemptionois Sacramentum, coibindo os inúmeros abusos existentes, hoje, nos meios católicos, na Missa, especialmente em ambientes carismáticos.

Você afirma — com todas as letras e sem nenhuma vergonha — que, “em minha paróquia o sacerdote não é tido como celebrante, pois, celebrante somos todos nós e sim como presidente da celebração que todos nós celebramos!!!”.

Isso é um absurdo que vai contra a Fé, e que o Papa João Paulo II condenou expressamente no documento acima citado.

E como ousa você dizer que aprendeu que, no passado, “se assistia missa em séculos passados quando a igreja erroneamente celebrava o mistério em latim sem que fosse possivel a participação da assembléia”.

Meu caro, quem é você para dizer que a Igreja errou durante 2.000 anos, rezando a Missa em latim ?

Então a Igreja teria errado durante 2.000 anos, e seu vigário foi quem corrigiu a Igreja?

E quem é esse vigário que quer corrigir a Igreja e os Papas?

E você nem desconfia do absurdo de pensar assim, e se atreve até a escrever esse despautério ?

Se o padre, em sua paróquia, ensina isso, diga a ele que nem ele nem você são Católicos Apostólicos Romanos. Vocês fundaram outra igreja.

E da Missa você diz, de modo bem vago e insinuando erro, que “Cristo que se faz presente em nosso meio”. Na Missa, Cristo se faz presente na hóstia consagrada e não, e nunca, no meio da assembléia.

Com todos esses erros doutrinários na cabeça, você é quem nunca assistiu e nem participou da Missa. Você esteve brincando de ser celebrante da Missa, e não era.

E, como conclusão estapafúrdia, você se atreve a colocar em sua carta a seguinte estultice:

“mas a minha duvida é se devemos realmente aceitar a introdução dos cantos gregorianos em nossas missas visto que não faz parte da nossa cultura e que não vão nos ajudar a celebrar de forma mais consciente a santa missa e sim de forma mecânica…”

Meu caro, que cultura é a sua ?

Quem é você para dizer que não sabe se devemos ou não aceitar o gregoriano ?

Pois o Papa João Paulo II determinou exatamente o oposto: que o gregoriano deve ser reintroduzido na liturgia. Não há nada mais apropriado para a Missa do que o gregoriano. Quem pensa o contrário disto não tem mentalidade católica, e não tem cultura nenhuma.

Eu o aconselho a estudar o Catecismo e a ler e meditar no que decretou o Papa João Paulo II contra os erros que são praticados e ensinados em sua paróquia.

E, para ter um mínimo de cultura, digo-lhe: jogue fora a sua televisão, quebre os seus discos paroquianos, jogue-os todos no lixo, compre alguns discos de canto gregoriano, e pense um pouco antes de escrever.

Ah! Estude catecismo e as encíclicas dos Papas, e jamais, jamais ouse criticar a Igreja, dizendo que ela errou, porque a Igreja Católica é infalível, enquanto padres e povo erram muito.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais