Montfort Associação Cultural

12 de março de 2008

Download PDF

Arcebispo de Londrina desobedece ao Papa

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Antonio José
  • Localizaçao: Londrina – PR – Brasil
  • Escolaridade: Pós-graduação concluída
  • Profissão: Professor
  • Religião: Católica

Caríssimo Prof. Fedeli, Salve Maria!

Em primeiro lugar, gostaria de lhe parabenizar pelo excelente trabalho em defesa da fé.
Em segundo lugar lhe dizer o quanto eu estou decepcionado pelas atitudes de nosso Arcebispo em Londrina, Dom Orlando Brandes.
Ele disse claramente que vai negar a comunhão a quem desejar recebê-la na boca e disse, em público, que receber a comunhão na boca é anti-higiênico.
Falou que quem vem comungar com as mãos para trás e que ajoelhar antes de receber a comunhão faz parte de grupos de visionários que recebem flasas mensagens e as atribuem a Nossa Senhora e os visionários afirmam que a comunhão só é válida quando é dada na boca e de joelhos.
Além disso, soube por um padre que ele anda falando que a Teologia da Libertação não acabou e que o Papa Bento XVI falou 8 vezes em Aparecida sobre a Verdadeira Libertação. Ele disse que é só seguir os documentos “Libertatis nuntius” e “Libertatis Conscientiae” que se pode fazer uma verdadeira teologia da Libertação.
Outro padre me disse que esses dois documentos dão o golpe de misericórdia na Teologia da Libertação e depois deles toda ela está condenada nos seus princípios, logo, seguindo os documento não sobra nada da Teologia da Libertação. 
Além disso, ele me falou que o Bispo está desobedecendo o Papa João paulo II e Bento XVI. A comunhão de joelhos e na boca é um direito universal de todo fiel.
É vergonhoso saber que um bispo desobedece ao Papa e que quer legislar acima dele.

Muito prezado Professor Antonio José,
Salve Maria.

     Muito me agrada receber carta de professores, meus colegas de profissão. 
     Devo inicialmente agradecer suas palavas de elogio ao site Montfort. Peço-lhe que reze por nós. 

     O que o Padre lhe disse está absolutamente creto.

     É direito dos fiéis receber a comunhão na boca e estando de joelhos. O vício que se introduziu de dar a comunhão na mão do fiel é um abuso contrário ao costume da Igreja e contra o bom senso.
     Sabe-se que Bento XVI vai determinar, logo mais, a abolição desse abuso em má hora introduzido pelos modernistas na vida da Igreja. 
     O padre também tem razão ao afirmar que os documentos da Igreja têm condenado a chamada Teologia da Libertação que é marxismo na Teologia. É lamentável como muitos Bispos do Brasil têm resistido às determinações do papa contra a Teologia da Libertação e contra os erros modernistas difundidos por toda a parte depois do Concílio Vaticano II. 
     Um abraço.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Artigos Montfort: Dom Geraldo Majella ataca aborto, eutanásia e pesquisa com célula-tronco

Cartas: A salvação é coletiva - Orlando Fedeli

Cartas: Missa com macumba em Salvador - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais