Montfort Associação Cultural

9 de março de 2011

Download PDF

Algo Muito Estranho está Sucedendo na Diocese de Chur, Suíça

 Por Sercretum Meum Mihi

Tradução Montfort.org.br

 

É difícil resumir em uma postagem a situação, mas vejamos. Os países anglófonos têm o Vox Clara, que é o comitê encarregado das traduções litúrgicas – seu equivalente para os países germanófonos se chama Ecclesia Celebrans.Em 21 de fevereiro de 2011, a agência Kipa/Apic, informava da nomeação do bispo de Chur, Suíça, Mons. Vitus Huonder (imagem) para essa comissão. Huonder recentemente instituiu para os seminaristas uma preparação para que aprendam a celebrar de acordo com os livros litúrgicos de 1962 e se viu obrigado a aceitar a renúncia do reitor do seminário, Ernst Fuchs, e do vigário geral, Andreas Rellstab. Em 24 de fevereiro de 2011, outros vigários publicaram uma declaração expressando sua preocupação com o seminário e com a diocese em geral. Em 26 de fevereiro, o bispo Huonder, em uma carta publicada no site de internet da diocese, manifestou que seria recebido na Congregação para os Bispos, onde buscará conselhos para a superação da crise.

No domingo passado, 06 de março de 2011, em uma entrevista para o periódico Südostschweiz am Sonntag, o arquiconhecido herege Hans Küng, que não desperdiça nenhuma oportunidade de criticar a Igreja, pediu a demissão do bispo Huonder.  Segundo Küng, Huonder se encontra na mesma situação do líder líbio Maummar Gaddafi, abandonado por seus generais. O bispo Huonder não está mais na posição de dirigir sua diocese, sustenta Küng. Com a nomeação de Huonder, Roma elegeu um bispo “ultraconservador”, lamentou Küng.

Agora, a Gloria TV publicou um documento em apoio a Mons. Vitus Huonder, sumarizando a situação, da qual se pode afirmar o que segue:

Atenção: Algo muito estranho está acontecendo na Diocese de Chur, Suíça.

Recentemente os meios de comunicação suíços estão lançando uma campanha contra o excelente bispo, Huonder Vitus, bispo de Chur.

Alguns sacerdotes “rebeldes” de sua diocese, respaldados por um ex-diretor de seminário e um ex-vigário geral – e unidos à alguns administradores do estado, (patrocinados pelo imposto eclesiástico) – exigem que se leve à cabo “medidas efetivas” em uma “campanha” dirigida contra o bispo.

Seu objetivo é forçar que o bispo renuncie sua posição.

Isto seria uma grande injustiça, visto que:

• O Bispo Vitus Huonder tem um doutorado em Antigo Testamento e um doutorado em Liturgia e foi durante muitos anos Vigário Geral de sua atual diocese.

• O Bispo Vitus Huonder é um bom católico, fiel ao magistério da Igreja e ao Papa.

• O Bispo Vitus Huonder é um proponente da “Reforma da Reforma”, a qual o Papa apóia de coração.

• O Bispo Vitus Huonder têm cumprido fielmente o motu proprio Summorum Pontificum em sua diocese e tem celebrado em algumas ocasiões a missa tradicional em latim.

• O Bispo Vitus Huonder tem defendido os seminaristas que buscam uma formação verdadeiramente sacerdotal no seminário.

• O Bispo Vitus Huonder acolheu um estúdio televisivo de Gloria TV em sua diocese a qual deu uma carta de apoio.

Gloria TV pede a todos os católicos de boa vontade, que assinem uma petição, para mostrar seu apoio a este bispo fiel, que neste momento é atacado por lobos.

TAGS

Publicações relacionadas

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais