Montfort Associação Cultural

18 de outubro de 2006

Download PDF

Aborto: Lula é contra, seu governo a favor

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Mirian Macedo
  • Idade: 52
  • Localizaçao: São Paulo – SP – Brasil
  • Escolaridade: Superior concluído
  • Profissão: Dona-de-casa (ex-jornalista)
  • Religião: Católica

http://www1.folha.uol.com.br/folha/paineldoleitor/ult3751u154.shtml

From: Mirian Macedo

To: painel da Folha
Sent: Tuesday, October 17, 2006 12:28 PM
Subject: Aborto: Lula é contra, seu governo a favor

     Luis Inácio Lula da Silva não diz toda a verdade ao seu eleitor quando declara que é contra o aborto. É preciso desmascarar esta falácia. Se ele é pessoalmente contra o aborto, o Governo dele não é. Segundo diretrizes fixadas pelo PT para o segundo mandato, Lula se compromete a lutar pela “descriminalização do aborto” no Brasil. A expressão é textual*. No documento “Lula Presidente – compromisso com as mulheres“, divulgado no final de setembro, o candidato petista volta a afirmar: ”O Estado e a legislação brasileira devem garantir o direito de decisão das mulheres sobre suas vidas e seus corpos“.

  A proposta de liberação do aborto não é novidade no Governo Lula. Em 2005, a Secretária Especial de Políticas para Mulheres do PT, Nilcéia Freire, diretamente subordinada ao Presidente da República, encaminhou  à Câmara dos Deputados um anteprojeto que  estabelecia que “toda mulher tem o direito à interrupção voluntária de sua gravidez” por ser este “um direito inalienável de toda mulher“.  
    Este anteprojeto foi anexado pela relatora, deputada Jandira Feghali (PC do B-RJ) a diversas propostas sobre aborto que tramitavam na Casa (de autoria dos petistas José Genoino, Marta Suplicy, Eduardo Jorge e Sandra Starling) e apresentou um substitutivo que, ao revogar os artigos 124, 126, 127 e 128 do Código Penal, passa a permitir o aborto até NOVE MESES DE GRAVIDEZ. OU SEJA: LIBERA TOTALMENTE O ABORTO. É este projeto que o PT quer aprovar.
    Quanto à afirmação de Lula de que “ninguém faz aborto porque quer”, vai ver a mãe faz aborto para o filho não passar fome nem virar bandido. Quanto altruísmo. Isto é que é amor de mãe.
 
Mírian Macedo
São Paulo, capital
 
*No dia 22 de maio de 2005, o Partido dos Trabalhadores (PT), em seu 13º Encontro Nacional, elaborou um documento intitulado “Diretrizes para a Elaboração do Programa de Governo do Partido dos Trabalhadores (Eleição presidencial de 2006)”. Diz o documento que “… a vitória de Lula e das forças populares em 2006 será um passo fundamental para dar novo impulso à mudança histórica anunciada em 2002, iniciada nos últimos três anos [...]. É necessário, assim, anunciar as grandes diretrizes do Programa de Governo 2006, que dará novo impulso ao processo em curso” (item 26).Entre as diretrizes, o item 35 se ocupa do combate às desigualdades e discriminações. Vale a pena transcrevê-lo:

    “O segundo Governo deve consolidar e avançar na implementação de políticas afirmativas e de combate aos preconceitos, à discriminação, ao machismo, racismo e homofobia. As políticas de igualdade racial e de gênero e de promoção dos direitos e cidadania de gays, lésbicas, travestis, transexuais e bissexuais receberão mais recursos. A Secretaria Especial de Mulheres, a Secretaria de Promoção de Políticas para a Igualdade Racial e o Programa Brasil sem Homofobia serão fortalecidos, influenciando e dialogando transversalmente com o conjunto das políticas públicas. O Governo Federal se empenhará na agenda legislativa que contemple as demandas desses segmentos da sociedade, como o Estatuto da Igualdade Racial, a descriminalização do aborto e a criminalização da homofobia “.

Muito prezada Dona Mirian,
Salve Maria.

     Parabéns por seu combate tenaz contra o aborto que o PT de Lula quer aprovar sorrateiramente. Com o silêncio cúmplice da CNBB.

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Dignidade humana, direitos sociais e ecumenismo - Orlando Fedeli

Cartas: Argumentação a favor da pena de morte no Brasil - Marcelo Andrade

Artigos Montfort: Polêmica: Direito à Vida x Aborto - Cícero Harada

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais