Montfort Associação Cultural

3 de março de 2007

Download PDF

A quem recorrer quando o vigário diz que o diabo não existe?

Autor: Orlando Fedeli

  • Consulente: Antônio
  • Localizaçao: São José do Rio Preto – SP – Brasil
  • Escolaridade: Superior incompleto
  • Religião: Católica

Boa noite a todos. Vou direto ao assunto. Gostaria de saber qual o procedimento, ou melhor a quem recorrer quando na paróquia o Sacerdote diz na homilía que o Diabo não existe, que as pessoas endemoniadas que encontramos nos Evangelhos são na verdade pessoas com problemas psiquiátricos, e como naquela época não se conheciam essas doenças, diziam que eram endemoniados…
Na verdade qual a doutrina da Igreja sobre a existência do Demônio? O que o Pe. pode ou não pode dizer? O Pe. pode ser censurado por dizer algo contra a fé da Igreja?
Outra afirmação do nosso padre: “Já foi o tempo que Roma falava e todo mundo obedecia”… disse para pessoas que citaram para ele documentos da Igreja e disseram que ele estava contrário ao que a Igreja ensina…
Disse que não aceita a comunhão na boca e muito menos de joelhos…
Disse publicamente que não se deve falar São Marcos, São Pedro, São Paulo, e sim o evangelho de Marcos, de Pedro e de Paulo.
E quando provocado a dar respostas sobre tudo isso disse que o Bispo o apóia e que ninguém pode fazer nada…
Então, eu por misericórdia lhes peço: Ajudem-nos a fazer valer o que a Igreja ensina e que aumente a fé e as devoções e não acabando com o pouco respeito que todos tem pelas coisas santas; indiquem-nos a quem devemos recorrer…
Obrigado…
Antonio

Muito prezado Antônio,
Salve Maria.

     Esse Padre ensina o contrário do que Nosso Senhor Jesus Cristo ensinou no Evangelho e se declara rebelde a Roma. Entretanto, ele diz que tem o apoio do Bispo local. 
     Não vejo outra solução senão você mandar uma queixa ao Núncio Apostólico em Brasília, Sua Excelência Monsenhor Dom Lourenço Baldissieri (
nunapost@solar.com.br).

In Corde Jesu, semper,
Orlando Fedeli

TAGS

Publicações relacionadas

Cartas: Heresias ensinadas em faculdade jesuíta de Belo Horizonte – MG - Orlando Fedeli

Cartas: O papel da Associação Montfort: um bem ou um mal para a Igreja? - Orlando Fedeli

Cartas: Reposta ao AVISO 4 - Orlando Fedeli

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais