Montfort Associação Cultural

25 de março de 2014

Download PDF

25 de março: Festa da Anunciação do Anjo a Nossa Senhora – Liturgia Tridentina

Fonte: Missa Tridentina na Paróquia São Sebastião, Campo Grande

ANUNCIAÇÃO DE NOSSA SENHORA

1ª Classe – Paramentos Brancos 
Para ler/baixar o Próprio completo da Missa da Anunciação de N. Sra., cliqueaqui.
Para ler/baixar as Orações de Comemoração da 3ª Feira da 3ª Semana da Quaresma, clique aqui.

 

Epístola: Livro de Isaías 7, 10-15.
Naqueles dias, falou o Senhor a Acaz, dizendo-lhe: “Pede ao Senhor, teu Deus, que te envie um sinal nas profundezas da terra, ou no mais alto dos céus.” Acaz respondeu: “Não pedirei tal, nem tentarei o Senhor.” Então Isaías disse: “Escutai, pois, ó casa de Davi. Porventura não vos basta cansar a paciência dos homens, senão que ainda ousais fatigar a do meu Deus? Por isso Ele mesmo vos dará um sinal. Eis que uma Virgem conceberá e dará à luz um Filho e’ o seu nome será Emanuel. Ele tomará leite e mel, para que saiba condenar o mal e preferir o bem.”
Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 1, 26-38.
Naquele tempo: foi o Anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré, a uma Virgem desposada com um varão que se chamava José, da casa de Davi, e o Nome da Virgem era Maria. Entrando o Anjo onde ela estava, disse-lhe: “Ave, cheia de graça; o Senhor é contigo: bendita és tu entre as mulheres.” Ouvindo isto, ela se assustou e pensava no que significaria esta saudação. Mas o Anjolhe disse: “Não temas, Maria, pois achaste graça diante de Deus. Eis que conceberás em teu seio e darás à luz um Filho, e por-lhe-ás o Nome de Jesus. Ele será grande e será chamado o Filho do Altíssimo. O Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai; e reinará eternamente na casa de Jacó e seu Reino não terá fim.” Perguntou então Maria ao Anjo: “Como se fará isso, se não conheço varão?” Respondeu-lhe o Anjo: “O Espírito Santo descerá sobre ti, e a força do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra. Por isso também o Santo Que nascer de ti, será chamado Filho de Deus. E eis que Isabel, tua parenta, concebeu um Filho na sua velhice; e este é o sexto mês daquela que é chamada estéril, porque a Deus nada é impossível.” Então disse Maria: “Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a sua palavra.”
Traduções das leituras extraídas do Missal Quotidiano por Pe. Beda Keckeisen OSB – Salvador/BA, Brasil: Oficinas Tipográficas do Mosteiro de São Bento da Bahia, 1947 (reimpressão).
Comentário ao Evangelho do dia:
Beato Guerric de Igny (c. 1080-1157), abade cisterciense
Sermão 3 para a Anunciação, 2-4 – a partir da trad. Sr Isabelle de la Source, Lire la Bible, t. 6, p. 38 (extraído do site Evangelho Quotidiano, apud Per Ipsum; acesso em 08/04/2013)
“O próprio Senhor vos dará um sinal: eis que uma virgem conceberá”
“O Senhor mandou dizer de novo a Acaz: ‘Pede ao Senhor teu Deus um sinal’. Acaz respondeu: ‘Não pedirei tal coisa, não tentarei o Senhor’.” (Is 7, 10-12) [...] Pois bem, a este sinal recusado [...] acolhemo-lo nós com uma fé ilimitada e um respeito pleno de amor. Reconhecemos que o Filho concebido pela Virgem é para nós, nas profundezas do inferno, sinal de perdão e de liberdade, e nas alturas dos céus sinal de esperança, de exultação e de glória para nós. [...] Doravante este sinal foi elevado pelo Senhor, primeiramente sobre o chão da cruz, e depois sobre o Seu trono real. [...]
Sim, é um sinal para nós esta mãe virgem que concebe e dá à luz: sinal de que este homem concebido e nascido é Deus. Este Filho que realiza obras divinas e suporta sofrimentos humanos é para nós o sinal, que levará Deus até aos homens pelos quais Ele foi concebido e nasceu, e pelos quais também sofreu.
E, de todas as enfermidades e desgraças humanas que este Deus Se dignou suportar por nós, a primeira no tempo, a maior no Seu abaixamento, parece-me ter sido sem dúvida que esta Majestade infinita tenha suportado ser concebida no seio de uma mulher e aí estar oculta durante nove meses. Onde esteve Ela tão completamente aniquilada como aqui? Quando é que A vimos despojar-Se até este ponto? Durante todo esse tempo, esta Sabedoria não diz nada, esta Potência não opera nada de visível, esta Majestade escondida não Se revela por nenhum sinal. Nem na cruz Cristo pareceu tão fraco. [...] No seio de Maria, pelo contrário, está como se não estivesse; o Todo-Poderoso está inoperante, como se nada pudesse; e o Verbo eterno escondeu-Se no silêncio.

Publicações relacionadas

Oração e Vida Espiritual: Terceiro Domingo da Quaresma

Artigos Montfort: A Anunciação e a cooperação do homem na obra da salvação - Marcos Bonelli

Oração e Vida Espiritual: Domingo 8 de dezembro, Imaculada Conceição de Nossa Senhora, Liturgia Tridentina

Para comentar esta publicação

O site Montfort não permite a inclusão de comentarios diretamente em suas publicacões.

Para enviar comentários, sanar dúvidas, obter informações, ou entrar em debate conosco, envie-nos sua carta.

Saiba mais